GP1

Teresina - Piauí

Familiares e amigos lamentam morte do estudante Geniscleo Pereira

Vicente Monteiro que é amigo da família, afirmou que todos sofrem neste momento de perda, e pediu conforto nesse momento de dor.

Após a confirmação da morte do estudante de odontologia Geniscleo Pereira, de 32 anos, na tarde deste sábado (30), familiares e amigos foram às redes sociais para lamentar e pedir Justiça pela morte do universitário.

O estudante morreu no Hospital de Urgência de Urgência de Teresina (HUT), onde estava internado desde o dia 24 de novembro, quando foi baleado na cabeça dentro de um carro, nas proximidades do supermercado Assaí Atacadista, no Dirceu. Ele estava no banco traseiro do veículo quando foi atingido pelo disparo.

A cunhada do jovem identificada como Joseane, publicou em seu perfil no facebook, que não tem palavras para definir a dor que todos estão sentindo pela perda tão precoce de Geniscleo do convívio da família.

“Não tenho palavras nesse momento para definir a dor que está sendo perder você do nosso convívio. Um cara da paz, do bem, filho e irmão amoroso, não dá pra entender. Hoje, todos que te conheceram e tiveram o prazer de conviver com você, estão chorando, lamentando por sua vida ter sido interrompida tão cedo, com tanta coisa ainda por realizar e de forma tão brusca e covarde”, escreveu Joseane.

  • Foto: Reprodução/ FacebookAmigos e familiares de Geniscleo PereiraAmigos e familiares de Geniscleo Pereira

Já Vicente Monteiro, que é amigo da família, afirmou que todos sofrem neste momento de perda e pediu conforto nesse momento de dor. “Quero externar minha tristeza pelo falecimento do amigo Geniscléo. Sofremos junto com essa família. Deus traga conforto e refrigério nesse momento de dor”, publicou o amigo.

Para o amigo Junior Abreu, a justiça dos homens precisa cumprir o papel de encontrar o responsáveis pelo crime. “Que a justiça dos homens cumpra seu papel com o rigor que o ato merece, e que a misericórdia de Deus amenize a dor da família de Geniscleo Pereira da Silva”, comentou Junior.

Velório

O corpo do estudante de odontologia Geniscleo Pereira, de 32 anos, será encaminhado ainda hoje (30) para a sua cidade natal de Santo Antônio dos Lopes, no Maranhão, para que seja velado e sepultado.

Para atender aos amigos do estudante em Teresina, o corpo de Geniscleo será velado por 30 minutos funerária Pax União, localizada na Avenida Miguel Rosa ainda nesta noite. Em seguida, o corpo será encaminhado para sua cidade natal, Santo Antônio dos Lopes, no Maranhão, onde será velado e enterrado.

Investigação

A investigação estava a cargo do o titular do 8º Distrito Policial (DP), delegado Ricardo Moura, que já tinha pedido acesso as imagens de câmeras de segurança da região e que estava investigando a possibilidade do crime ter sido cometido por uma briga de trânsito.

"O rapaz que estava dirigindo o Uno, o carro onde a vítima estava, me falou que foi fechado por esse Gol, eles se encararam. Foi uma informação relevante, pois poderia explicar o tiro, o cara podia ter ficado com raiva e deu o tiro, mas isso não foi confirmado com certeza. Eu perguntei a todos se esse rapaz tinha algum inimigo, ou se no dia do jogo do Flamengo discutiu com alguém, ou naquele trajeto todo, porque no dia de jogo sempre tem alguns problemas. Mas a vítima não teve discussão com ninguém”, informou o delegado em entrevista ao GP1.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Corpo de estudante Geniscleo Pereira será velado no Maranhão

DHPP vai assumir investigação para desvendar morte de Geniscleo Pereira

Corpo de estudante Geniscleo Pereira será velado no Maranhão

Estudante de odontologia baleado na cabeça morre no HUT

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.