GP1

Piauí

Engenheiro civil denuncia falta de atendimento médico no HUT

Trata-se do mesmo profissional que também não realizou o atendimento de um garoto de 12 anos. O pai da criança registrou um boletim de ocorrência.

Na tarde deste sábado (20), um pai de um menino de 12 anos registrou um Boletim de Ocorrência para denunciar a falta de atendimento médico no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Entretanto, a criança não foi a única prejudicada pela falta de profissionais. Um engenheiro civil, que preferiu não se identificar, também passou ontem pela mesma situação na unidade hospitalar.

O denunciante relatou ao GP1 que se dirigiu ao HUT por volta de 16h, devido a uma espinha de peixe que havia ficado presa na garganta e precisava realizar a remoção. Ao chegar no hospital, a administração informou que o médico plantonista só retornaria às 20h.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Hospital de Urgência de Teresina-HUTHospital de Urgência de Teresina-HUT

Trata-se do mesmo profissional que também não realizou o atendimento do garoto de 12 anos. Por conta da falta do médico, o engenheiro ressaltou que teve que procurar a rede hospitalar privada para poder remover a espinha.

O denunciante ainda informou que irá formalizar a denúncia no Conselho Regional de Medicina (CRM-PI) na segunda-feira (22) e, assim como Neto Rodrigues, pai da criança que também não foi atendida pelo mesmo médico, irá registrar um boletim de ocorrência.

Ainda no sábado, a assessoria de comunicação do HUT emitiu uma nota de esclarecimento. A direção informou que a unidade vai abrir um procedimento de apuração em relação ao ocorrido.

Confira a nota:

A direção do HUT informa que não comunga com esse tipo de comportamento e que abrirá os procedimentos de apuração do fato. Os profissionais ficam de sobreaviso tem até duas horas após o contato do Hospital para atender o chamado. O paciente da denúncia chegou ao HUT hoje, 20, às 13h56 e após a avaliação dos profissionais da Classificação de Risco constatou-se que o paciente necessitava de atendimento especializado do Otorrinolaringologista do plantão. A telefonista do plantão fez contato com o referido especialista exatamente às 14h28. Como já foi dito, o caso será apurado para as providências cabíveis.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.