GP1

Elesbão Veloso - Piauí

Cabo eleitoral é preso acusado de compra de votos em Elesbão Veloso

A investigação foi conduzida pelo promotor José William Pereira Luz, que requereu na Justiça um mandado de busca e apreensão na casa do suspeito.

Um cabo eleitoral foi preso em casa nessa quinta-feira (05), acusado de captação de sufrágio, ou seja, compra de votos no município de Elesbão Veloso, distante 164 km de Teresina. Segundo o MP-PI, o suspeito foi identificado como Moisés Ferreira da Silva, estaria oferecendo vantagem financeiras em troca de apoio político a candidatos veiculados à coligação 'Unidos por Elesbão' (Progressistas e PTB).

A prisão foi realizada após uma investigação conduzida pelo promotor José William Pereira Luz, do Ministério Público do Piauí, que requereu na Justiça um mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, que foi autorizado pelo juiz.

Segundo o Ministério Público, na casa do cabo eleitoral a Polícia Civil apreendeu documentos, anotações, R$ 3.400,00 mil, separados em maços e etiquetadas com nomes de possíveis destinatários, além de material de construção e notas fiscais. Também foi apreendido um aparelho celular, no qual havia conversas com negociações.

O cabo eleitoral foi preso em flagrante delito e encaminhado a delegacia de Polícia Civil da cidade. O suspeito foi submetido a audiência de custódia nessa sexta-feira (06), e o juiz da 48ª Zona Eleitoral converteu a prisão em flagrante para preventiva, considerando ‘indício de atuação de uma associação criminosa’ voltada para a prática de ilícitos eleitorais.

Outro lado

Pocurado na tarde deste sábado (07), o representate da coligação Unidos por Elesbão não foi localizado pelo GP1.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.