GP1

Teresina - Piauí

Saiba como solicitar o seguro-desemprego virtualmente no Piauí

Em entrevista ao GP1, Phillippe Salha, superintendente Regional do Trabalho no Piauí, afirmou que o trabalhador possui pelo menos quatro vias para resolver a questão do seguro-desemprego.

Com os atendimentos presenciais suspensos em razão do novo coronavírus (Covid-19), o trabalhador que visa solicitar o benefício do seguro-desemprego, agora deve realizar todo o procedimento via internet. A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Piauí (SRTB-PI) vem trabalhando virtualmente desde o dia 23 de março, tempo em que os primeiros serviços presenciais começaram a serem suspensos para evitar aglomerações e proliferação do vírus.

Em entrevista ao GP1, Phillippe Salha, superintendente Regional do Trabalho no Piauí, afirmou que o trabalhador possui pelo menos quatro vias para resolver a questão do seguro-desemprego, que pode ser solicitado a partir do 7° dia contado da data da demissão e dentro de até 120 dias. Uma pelo site https://www.gov.br/pt-br/temas/trabalho-emprego; pelo aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” que se encontra disponível nas lojas dos sistemas Android e IOS; pelo WhatsApp que é 32226077 e pelo número 158 (Alô Trabalho).

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Ministério do Trabalho e emprego do PiauíMinistério do Trabalho e emprego do Piauí

“Primeiro caminho é pelo 158, que é o ‘Alô Trabalho’, onde ele pode ligar para tirar algumas dúvidas sobre como proceder. Segundo caminho é pelo site www.gov.br/trabalho e lá ele tem a opção da carteira de trabalho digital e o seguro desemprego web. Pelo WhatsApp, através do número 32226077, que é uma outra ferramenta de orientação e de informação. E temos o e-mail [email protected] e aqui ele pode mandar documentos, tirar dúvidas, qualquer coisa que ele precisar, pode fazer via e-mail”, explicou.

Ainda de acordo com o superintendente, o aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” é gratuito, acessível e útil para os trabalhadores que desejam acessar todos os seus dados desde a primeira assinatura de carteira, além de ajudar também no processo de solicitação do seguro desemprego.

“A pessoa pode baixar o aplicativo, que é gratuito, de nome ‘Carteira de Trabalho Digital’. Após baixar o aplicativo, ele vai pedir a sua senha do INSS, se a pessoa não tiver, ele pode te enviar. São feitas algumas perguntas de segurança para a pessoa criar e quando consegue acessar a pessoa já pode ver algumas informações. Para ter informações mais completas, são cinco perguntas, se a pessoa acertar as cinco perguntas ela tem o histórico desde de quando assinou a primeira carteira, com salário, dia que entrou, dia que saiu, se recebeu o seguro desemprego. É uma plataforma fantástica essa da carteira de trabalho digital, que serve muito para o seguro desemprego”, finalizou.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.