GP1

Teresina - Piauí

Covid-19: Transfacil e Emtracol são investigadas por descumprir medidas

As portarias nº 387 e 389.2020 foram assinadas pelo procurador do Trabalho José Wellington de Carvalho Soares, na quinta (30) e sexta-feira (31), respectivamente.

O Ministério Público do Trabalho no Piauí instaurou inquéritos civis para investigar denúncia contra as empresas Transfacil Transporte Coletivo e Emtracol Empresa de Transportes Coletivos acusadas de não adotarem as medidas de proteção relacionadas à covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

De acordo com a portaria, as empresas não estão adotando as medidas de proteção relacionadas à covid-19 nos pontos de apoio dos finais de linha, onde motoristas e usuários permanecem antes das próximas viagens dos ônibus de transporte coletivo de Teresina.

O procurador destacou que se confirmadas as irregularidades denunciadas têm repercussão coletiva e envolvem interesses transindividuais de trabalhadores, como a sonegação de direitos trabalhistas assegurados em lei.

As portarias nº 387 e 389.2020 foram assinadas pelo procurador do Trabalho José Wellington de Carvalho Soares, na quinta (30) e sexta-feira (31), respectivamente.

Outro lado

Os responsáveis pelas empresas Transfacil e Emtracol não foram localizados pelo GP1.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.