GP1

Teresina - Piauí

Fernanda Gomes diz que meta do SDD é eleger três estaduais e um federal

"Estamos muitos otimistas de que lograremos êxito no próximo ano”, disse a vereadora ao GP1.

A vereadora de Teresina Fernanda Gomes falou sobre as estratégias do Solidariedade para as eleições de 2022. Ela informou que na reunião ocorrida no último final de semana, o partido recebeu novos filiados e reafirmou a estratégia de eleger nomes para a Assembleia Legislativa e manter a cadeira na Câmara Federal.

“Foi a primeira reunião formal do partido, onde nós tivemos novos filiados, discutimos estratégias para 2022, discutimos novos nomes que possam chegar no partido. Foi uma reunião proveitosa, o deputado Evaldo tem traçado uma estratégia para em 2022 de conseguirmos eleger de dois a três deputados estaduais e mantemos nossa cadeira de federal. Estamos muitos otimistas de que lograremos êxito no próximo ano”, disse a vereadora.

Foto: Lucas Dias/GP1Fernanda Gomes, vereadora de Teresina
Fernanda Gomes, vereadora de Teresina

Fernandes Gomes preferiu não se aprofundar quando questionada sobre a possibilidade de se lançar como candidata a deputada federal no ano que vem. Ela afirmou que seu projeto no momento, é focar no mandato de vereadora da Capital.

“Estou à disposição para ser uma vereadora atuante na Câmara Municipal de Teresina. Nosso mandato tem sido participativo. Tenho estado em muitos bairros, tenho apresentado bons projetos na Câmara. A gente tem feito nosso trabalho e eleições a gente vai discutir somente em 2022”, declarou Fernanda.

Projetos

A parlamentar municipal disse ainda que apresentou nas últimas semanas, dois projetos voltados para melhorar a vida dos teresinenses. Um deles visa a segurança do cidadão e o outro está atento a educação dos alunos carentes do Município.

“Nós apresentamos o The Segura que vai ser um aplicativo onde o cidadão vai poder registar as ocorrências em tempo real para Guarda Civil Municipal, inclusive, na semana que vem irei me reunir com prefeito Dr. Pessoa e o secretário Lucas Prefeita, juntamente com o secretário da Prodater para gente iniciar a criação desse aplicativo na cidade de Teresina”, detalhou a vereadora.

“Apresentei também um indicativo na Câmara, o The Educa, que foi motivado pelo fato de eu estar visitando escolas e lá, os diretores informarem que muitos alunos não estão indo porque as mães não têm recursos para poder comprar um caderno. Com The Educa, que é um indicativo no qual a Secretaria de Educação vai poder destinar recurso de forma ampla anual, para que as famílias de baixa renda e os alunos que estão devidamente matriculados na rede municipal, possam receber um auxílio financeiro para a compra de material didático escolar. Esse projeto foi lido na Câmara e agora vai ser encaminhado para Secretaria de Governo”, finalizou Fernanda Gomes.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.