GP1

Teresina - Piauí

Charles da Silveira descarta deixar PSDB e se filiar ao PDT: "improvável"

O ex-presidente da FMS disse que vai permanecer no PSDB para apoiar Sílvio Mendes na disputa pelo Karnak.

O ex-presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, Charles da Silveira, afirmou nesta segunda-feira (22) ao GP1 que permanecerá no PSDB e que por isso sua ida para o PDT é improvável. Charles da Silveira ressaltou que vai acompanhar Sílvio Mendes e que torce para que ele seja o pré-candidato ao Governo escolhido pela oposição.

“Afirmo que permaneço no PSDB e que uma mudança para o PDT, neste momento, é improvável. Acompanho Silvio Mendes e torço para que ele seja o candidato das oposições”, declarou.

Foto: Lucas Dias/GP1Charles da Silveira
Charles da Silveira

A filiação de Charles da Silveira ao PDT estava dada como certa, mas o ex-presidente da FMS decidiu por permanecer na sigla tucana, de modo a apoiar Sílvio Mendes na corrida eleitoral.

“Com o surgimento da [possível] candidatura do Sílvio Mendes e com minha relação pessoal com ele, não há a possibilidade de eu ficar de um lado que não seja com ele”, finalizou Charles da Silveira.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.