GP1

Madeiro - Piauí

Vice diz que não estava em Madeiro quando prefeito Zé Filho foi morto

"No momento do ocorrido estava em viagem para Teresina, levando pacientes para consultas", disse.

O vice-prefeito de Madeiro, Pedro Filho, entrou em contato com o GP1 na noite deste domingo (28) para informar que não estava presente quando o prefeito Zé Filho foi alvejado com três tiros. A informação de que o vice estava com o acusado de atirar contra o prefeito foi repassada pela Polícia Militar.

"Não estava presente e não o ameacei como consta na matéria. Essa informação é absurda e irresponsável! No momento do ocorrido estava em viagem para Teresina, levando pacientes para consultas na capital", afirmou Pedro Filho.

Foto: Reprodução/FacebookVice-prefeito Pedro Filho
Vice-prefeito Pedro Filho

Ainda de acordo com o vice-prefeito, ele recebeu a notícia da morte de Zé Filho com muita perplexidade, tristeza e dor. "Foi com muita perplexidade, tristeza e dor que recebi a notícia desta tragédia, e no mesmo momento, retornei para a cidade com angustia no peito, mas com esperança de que o Zé pudesse vencer a morte e continuar sua luta e sonhos para nossa cidade. Assim como todo o povo do Madeiro, estou triste, sem chão e chorando a morte de uma pessoa querida", declarou.

Confira abaixo a nota na íntegra:

"Sou Pedro Filho, vice-prefeito de Madeiro, venho por meio desta Nota desmentir a informação repassada por esse Portal de Notícias, de que eu estaria presente no momento do crime ocorrido com meu amigo, compadre e prefeito de Madeiro, Zé Filho. Não estava presente e não o ameacei como consta na matéria. Essa informação é absurda e irresponsável!

No momento do ocorrido estava em viagem para Teresina, levando pacientes para consultas na capital. Foi com muita perplexidade, tristeza e dor que recebi a notícia desta tragédia, e no mesmo momento, retornei para a cidade com angustia no peito, mas com esperança de que o Zé pudesse vencer a morte e continuar sua luta e sonhos para nossa cidade.

Assim como todo o povo do Madeiro, estou triste, sem chão e chorando a morte de uma pessoa querida. Espero que a informação seja corrigida e que a verdade dos fatos prevaleça, como preza um bom jornalismo".

Entenda o caso

O prefeito de Madeiro, José Ribamar de Araújo Filho, mais conhecido como Zé Filho (Progressistas), foi assassinado com três tiros na noite deste domingo (28), no município de Madeiro. O principal suspeito de cometer o crime identificado como Felipe Seixas é primo de Zé Filho e sobrinho do ex-prefeito Zé Neto.

Conforme informações repassadas pelo tenente Saboia, o prefeito estava acompanhando uma partida de futebol quando por volta de 18h foi surpreendido pelos disparos, que teriam partido de Felipe Seixas, que estava acompanhado do tio e ex-prefeito de Madeiro Zé Neto.

O prefeito Zé Filho foi atingido com três tiros, sendo um na cabeça, um no peito e outro no ombro. Ele ainda chegou a ser socorrido e encaminhado ao hospital de Luzilândia, mas não resistiu aos ferimentos.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.