GP1

Simplício Mendes - Piauí

Promotora apura irregularidades na iluminação pública de Simplício Mendes

De acordo com um morador da cidade, as luminárias dos postes são antigas e as lâmpadas são de uso comum e de baixa potência.

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da promotora Emmanuelle Martins Neiva Dantas Rodrigues Belo, abriu procedimento no dia 02 de fevereiro para apurar denúncia contra a Prefeitura de Simplício Mendes, após moradores relatarem má qualidade no serviço de iluminação pública da cidade.

A promotora instaurou uma Notícia de Fato para investigar as denúncias que chegaram àquela Promotoria de Justiça. Após abrir o procedimento, a representante do órgão ministerial encaminhou ofício ao prefeito de Simplício Mendes, Márcio Moura, solicitando que se manifeste acerca da denúncia.

Foto: GP1Luminárias são antigas e lâmpadas são comuns
Luminárias são antigas e lâmpadas são comuns

No dia 21 de janeiro o GP1 recebeu denúncia de um morador, que preferiu não se identificar. Ele relatou que a prefeitura cobra a taxa de Custeio da Iluminação Pública dos Municípios (COSIP), mas não está garantindo um serviço eficiente.

De acordo com o morador, as luminárias dos postes são antigas e as lâmpadas são de uso comum e de baixa potência.

Outro lado

O GP1 tentou contato com o prefeito Márcio Moura na manhã deste sábado (13), mas ele não atendeu às ligações.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.