GP1

Teresina - Piauí

Pastora morre de complicações da covid após parto prematuro em Teresina

Ela faleceu na Maternidade Dona Evangelina Rosa, onde estava internada há quase um mês depois do parto.

A pastora Carla Íris Ramos, da Igreja das Nações de São Raimundo, morreu na noite deste domingo (25) em Teresina, vítima de complicações da covid-19. Ela faleceu na Maternidade Dona Evangelina Rosa, onde estava internada há quase um mês depois de ter um parto prematuro.

Segundo informações repassadas ao GP1 pela assessoria da Secretaria de Saúde de São Raimundo Nonato, a pastora contraiu covid-19 e foi internada em um hospital local, mas quando seu quadro piorou ela foi transferida para Teresina e teve um parto prematuro. O bebê já tem quase um mês de vida e está bem.

Foto: Reprodução/FacebookPastora Carla Íris
Pastora Carla Íris

Internada na Evangelina Rosa, mesmo após se recuperar da covid-19, a pastora passou a lutar contra as complicações provocadas pela doença e chegou a ser intubada, mas acabou não resistindo.

A Prefeitura de São Raimundo Nonato, em nome da prefeita Carmelita Castro, emitiu nota de pesar pela morte precoce da pastora Carla Íris Ramos, que era casada com o pastor Fernando Ramos. “Nesse momento de dor pedimos a Deus que conforte o coração dos amigos e familiares de Carla Íris”, diz um trecho da nota emitida pela prefeitura.

O corpo da pastora foi velado na sede da Igreja das Nações, em São Raimundo Nonato, e foi sepultado em um cemitério da cidade.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.