GP1

Parnaíba - Piauí

Cinco detentos fogem da Penitenciária Mista de Parnaíba

Três dos detentos foram recapturados pelos policiais penais e outros dois ainda não foram localizados.

Cinco detentos conseguiram fugir da Penitenciária Mista Juiz Fontes Ibiapina, na manhã deste domingo (01), por volta de 9h30, na cidade de Parnaíba, litoral do Piauí.

Segundo o policial penal José Roberto Pereira, diretor de imprensa do Sindicato dos Policiais Penais do Piauí (Sinpoljuspi), os detentos conseguiram fugir pela lateral do presídio. “Por volta de 9h30, cinco presos, sendo dois da ala 3 e três da ala 10, empreenderam fuga pela lateral do presídio. Eles conseguiram arrebentar o alambrado que fica a tela de proteção do pátio, no momento do banho de sol, passaram por cima do teto, caíram lá embaixo e passaram pelo muro de contenção da unidade”, informou José Roberto.

Foto: DivulgaçãoPenitenciária Mista de Parnaíba
Penitenciária Mista de Parnaíba

Ainda de acordo com o policial penal, após a fuga, os detentos percorreram o bairro São José, em direção ao centro da cidade, onde três deles acabaram sendo recapturados. “Eles saíram rumo ao bairro São José, bairro próximo a penitenciária e foram para o centro. Após os policiais penais suspeitarem da fuga, eles começaram a fazer uma varredura lá dentro e depois acionaram o Copom. Foram feitas buscas pelos locais próximos e ao chegar no centro três deles foram recapturados”, completou José Roberto.

Após serem recapturados, os detentos foram novamente levados para a Penitenciária Mista de Parnaíba. Dois dos fugitivos ainda não foram localizados.

A Unidade Mista de Parnaíba foi inaugurada em 1990, adaptada de um Mercado Público, próximo ao centro histórico de Parnaíba. Atualmente há 600 presos na unidade, entre homens e mulheres, e seis policiais penais em cada plantão.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.