GP1

Teresina - Piauí

Homem é executado a tiros dentro de oficina na Vila Irmã Dulce

Policiais do 17º Batalhão da Polícia Militar encontraram 4 cápsulas de pistola .40 no local do crime.

Lucas Dias/GP1 1 / 12 Polícia Militar Polícia Militar
Lucas Dias/GP1 2 / 12 Viaturas da Polícia Militar no local do crime Viaturas da Polícia Militar no local do crime
Lucas Dias/GP1 3 / 12 Subtenente Valdez Subtenente Valdez
Lucas Dias/GP1 4 / 12 IML IML
Lucas Dias/GP1 5 / 12 PM no local do crime PM no local do crime
Lucas Dias/GP1 6 / 12 Polícia Militar isolou o local do crime Polícia Militar isolou o local do crime
Lucas Dias/GP1 7 / 12 Crime aconteceu na Vila Irmã Dulce Crime aconteceu na Vila Irmã Dulce
Lucas Dias/GP1 8 / 12 Homem morreu em uma oficina Homem morreu em uma oficina
Lucas Dias/GP1 9 / 12 IML foi acionado para fazer a remoção do corpo IML foi acionado para fazer a remoção do corpo
Lucas Dias/GP1 10 / 12 Polícia Militar foi acionada Polícia Militar foi acionada
Lucas Dias/GP1 11 / 12 Viatura do 17º Batalhão da Polícia Militar Viatura do 17º Batalhão da Polícia Militar
Lucas Dias/GP1 12 / 12 Homem é executado a tiros dentro de oficina na Vila Irmã Dulce Homem é executado a tiros dentro de oficina na Vila Irmã Dulce

Um homem identificado como Marcelo Ribeiro da Silva, de 37 anos, foi executado com quatro tiros na manhã desta terça-feira (24), por volta de 8h30, dentro de uma oficina mecânica na Rua Plataforma, na Vila Irmã Dulce, zona sul de Teresina.

Segundo subtenente Valnez, do 17º Batalhão da Polícia Militar, o homem foi abordado por suspeitos em um veículo de cor preta em frente de sua residência. Para tentar fugir, ele correu, mas foi baleado e acabou morrendo dentro de uma oficina mecânica.

"Esse cidadão de nome Marcelo, foi perseguido por um carro preto. Vinham disparando contra ele, ele entrou dentro do estabelecimento e mataram ele aí dentro. Estamos vendo se conseguimos imagens de câmeras de segurança para tentar identificar a placa do carro e chegar aos criminosos", informou o subtenente.

A polícia encontrou no local do crime quatro cápsulas de pistola .40. A vítima tinha passagem pela polícia pelo crime de homicídio. A PM isolou o local do crime até a chegada da perícia e do Instituto de Medicina Legal (IML), responsável por fazer a remoção do corpo. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), vai investigar o caso.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.