GP1

Teresina - Piauí

Homem é morto a tiros e enterrado em cova rasa na Vila Cristalina

O corpo da vítima foi encontrado por populares na tarde desta quarta-feira (04), por volta de 15h30.

Marcelo Cardoso/GP1 1 / 8 Local onde o corpo foi encontrado Local onde o corpo foi encontrado
Marcelo Cardoso/GP1 2 / 8 PM no local do crime PM no local do crime
Marcelo Cardoso/GP1 3 / 8 Cova rasa onde estava o corpo Cova rasa onde estava o corpo
Marcelo Cardoso/GP1 4 / 8 Capitão Oziel, do 9º BPM Capitão Oziel, do 9º BPM
Marcelo Cardoso/GP1 5 / 8 Policiais no local do crime Policiais no local do crime
Marcelo Cardoso/GP1 6 / 8 Caminho onde o corpo foi encontrado Caminho onde o corpo foi encontrado
Marcelo Cardoso/GP1 7 / 8 DHPP no local do homicídio DHPP no local do homicídio
Marcelo Cardoso/GP1 8 / 8 Perícia no local Perícia no local

Um homem identificado como Francisco Marcone Silva de Oliveira foi executado a tiros e enterrado em uma cova rasa às margens do Rio Poti, na Vila Cristalina, zona norte de Teresina. O corpo da vítima foi encontrado por populares na tarde desta quarta-feira (04), por volta de 15h30.

De acordo com o capitão Oziel, do 9º Batalhão da Polícia Militar do Piauí (PM-PI), populares ouviram barulhos de disparos de arma de fogo e acionaram os policiais, que encontraram o corpo enterrado próximo ao rio. “A gente recebeu informações de populares que escutaram o barulho de disparos de arma de fogo nas margens do rio e nos solicitaram uma averiguação. Ao chegarmos aqui, verificamos vestígios de sangue até a margem do rio”, informou o capitão.

Ainda conforme o capitão, as equipes do 9º BPM encontraram o corpo completamente enterrado, porém, com temperatura quente, o que levanta a suspeita de que o crime tenha sido realizado recentemente. “O corpo estava completamente enterrado, verificamos que ainda estava quente. Essa informação coincide de que um popular estava por aqui e até agora segue desaparecido, porém não podemos precisar isso”, ressaltou o PM.

Após localizar o corpo, o 9º Batalhão da PM acionou a Perícia Criminal e o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que vai investigar o caso. O Instituto de Medicina Legal de Teresina (IML) removeu o corpo do local.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.