GP1

Teresina - Piauí

Ciro descarta Governo e diz que Iracema e Sílvio Mendes são prioridade

“A prioridade hoje é da deputada federal Iracema Portella e do ex-prefeito Sílvio”, disse o ministro.

O ministro-chefe da Casa Civil Ciro Nogueira (Progressistas) parece firme na decisão de não mais se colocar como alternativa ao cargo de governador do Piauí em 2022, como vinha sendo cogitado há pelo menos dois anos. Em entrevista ao GP1, ele foi taxativo ao reforçar que agora a ‘bola’ está com a deputada federal Iracema Portella (Progressistas) e com o ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes (PSDB), ambos postos como alternativas ao cargo majoritário.

“A prioridade hoje é da deputada federal Iracema Portella e do ex-prefeito Sílvio Mendes”, declarou o ministro à nossa reportagem neste domingo (12).

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Ministro Ciro Nogueira
Ministro Ciro Nogueira

JVC de fora?

É pertinente destacar que o ex-senador João Vicente Claudino (PTB) não foi citado pelo ministro, que ao ser questionado se o petebista já seria considerado carta fora do baralho, preferiu silenciar.

Recuo

JVC chegou a se reunir com Ciro algumas vezes e a última conversa ocorreu esse ano e foi registrada pela imprensa local. Na oportunidade, o ex-senador reforçou alinhamento com o ministro e ainda confirmou interesse de ser candidato a governador do Estado pela oposição no ano que vem.

Contudo, após confirmação de que a deputada Iracema colocaria o nome para ser avaliado como opção ao governo, João Vicente se afastou dos entendimentos que vinham sendo construídos até aquele momento.

Caravana

Enquanto isso, Sílvio e Iracema já visitaram algumas cidades do Estado levando as propostas do grupo e tentando viabilidade ao Palácio de Karnak. O entendimento preliminar confirmado por eles, é que deverão fazer dobradinha para as vagas de governador e vice. O que estiver melhor posicionado nas pesquisas, deverá liderar a chapa.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.