GP1

Barras - Piauí

Prefeito de Barras vai gastar R$ 2,4 milhões com materiais de construção

O secretário municipal de Obras, Roberto Veras, informou que nas licitações se estima um valor máximo.

O prefeito de Barras, Edilson Capote (PSD), realizou dois pregões presenciais (028/2021 e 031/2021) para aquisição de mais de R$ 2,4 milhões em materiais de construção.

O primeiro contrato (072.1/2021) do Pregão Presencial 028/2021, foi firmado com a empresa José Regino Melo Lages, de nome fantasia Depósito Casa Própria, situada em Barras, pelo valor de R$ 917.000,00 (novecentos e dezessete mil reais), referente ao lote I.

O segundo contrato (072.2/2021) do Pregão Presencial 028/2021, foi firmado com a empresa Jose Borges do Rego Construções, de nome fantasia Cafulão Construções, localizada em Barras, pelo valor de R$ 555.000,00 (quinhentos e cinquenta e cinco mil reais), referente ao lote II.

Foto: Reprodução/FacebookEdilson Capote
Edilson Capote

Somente nessa licitação, cujos contratos foram assinados no dia 26 de maio e publicados no Diário Oficial dos Municípios do dia 28 de maio, a Prefeitura e Barras vai gastar R$ 1.472.000,00 (um milhão, quatrocentos e setenta e dois mil reais) com materiais de construção.

No dia 03 de junho, foram publicados no Diário Oficial dos Municípios os extratos de mais dois contratos referentes a aquisição de materiais de construção. Desta vez, firmados por meio do Pregão Presencial 031/2021.

O primeiro contrato (081.1/2021) do Pregão Presencial 031/2021), foi firmado com a empresa K de Castro Moura- ME, de nome fantasia Santa Teresinha- A Loja das Construções, situada em Barras, pelo valor de R$ 432.352,81 (quatrocentos e trinta e dois mil, trezentos e cinquenta e dois reais e oitenta e um centavos), referente aos lotes I, IV e V.

O segundo contrato (081.2/2021) do Pregão Presencial 031/2021 foi firmado com a empresa Costa & Neiva LTDA-ME, de nome fantasia Ponto Certo Construções, localizada em Barras, por R$ 569.000,00 (quinhentos e sessenta e nove mil reais), referente aos lotes II e III.

Somente com os contratos do Pregão Presencial 031/2021, assinados no dia 02 de junho de 2021, a Prefeitura de Barras vai desembolsar 1.001.352,27 (um milhão e um mil, trezentos e cinquenta e dois reais e oitenta e um centavos).

Somando os contratos firmados por meio dos dois pregões presenciais, a Prefeitura de Barras vai gastar ao todo R$ 2.473.352,81 (dois milhões, quatrocentos e setenta e três mil, trezentos e cinquenta e dois reais e oitenta e um centavos) com materiais de construção. Os contratos valem por 12 meses.

Confira os extratos dos contratos

Contrato 072.1/2021

Contrato 072.2/2021

Contrato 081.1/2021

Contrato 081.2/2021

Outro lado

O secretário municipal de Obras de Barras, Roberto Veras, enviou nota de esclarecimento na qual afirma que nas licitações se estima um valor máximo, mas que devido ao número de obras que vem sendo executadas no município, ele acredita que esse valor terá acréscimo. Confira abaixo a nota na íntegra:

"O secretário municipal de Obras de Barras, Roberto Veras, esclarece que nas licitações se estima um valor máximo, mas que devido ao número de obras que vem sendo executadas no município, ele acredita que esse valor terá acréscimo!

A Prefeitura está construindo uma grande praça na avenida Dirceu Arcoverde com a instalação de 19 quiosques para abrigar os comerciantes informais daquela região; reformou duas escolas que estavam abandonadas há quatro anos, duas praças, vai reconstruir do zero a praça da Matriz, senador Joaquim Pires; vai construir o centro de convivência do idoso no Bairro Xique Xique; reformou o prédio do DER, implantou lá o SAMU, três secretarias e o conselho tutelar; vai implantar a rodoviária da zona rural! Transformará em praça as três principais rotatórias da cidade; mandou reparar a estrada que liga Barras a Nossa Senhora dos Remédios e parte da PI 110, que liga a Miguel Alves; está construindo 22 mil metros de calçamento em 3 bairros da cidade; fazendo uma ampla intervenção de drenagem urbana com construção de galeria, reforma de sarjetas, meio fio; esgoto; para evitar o acúmulo de água nas ruas; passagem molhada em localidades da zona rural, reforma dos CRAS, construção do laboratório de análise clínica; estradas na zona rural, vai reformar mais escolas da zona urbana! A intenção é reformar todas que tiverem avariadas! Reforma e pintura dos prédios públicos, adaptação do centro comercial da cidade à circulação de pessoas com deficiência; bases para rede de abastecimento de água na zona rural e alguns bairros e etc!".

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.