GP1

Madeiro - Piauí

Ex-prefeito de Madeiro Zé Neto é solto após pagar fiança de R$ 72 mil

Ao GP1, o advogado do ex-prefeito disse que sua prisão não tem relação com a morte do prefeito Zé Filho.

O ex-prefeito de Madeiro, José Cassimiro de Araújo Neto, mais conhecido como Zé Neto, que havia sido preso no início da manhã desta sexta-feira (21), foi solto por volta do meio-dia após pagar uma fiança no valor de R$ 72 mil arbitrada pelo delegado Bruno Ursulino, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O ex-gestor havia sido preso acusado de posse ilegal de arma de fogo em uma operação desencadeada pelo DHPP, no âmbito da investigação que apura a morte do prefeito de Madeiro, Zé Filho (Progressistas).

Foto: Divulgação/FacebookEx-prefeito de Madeiro, Zé Neto
Ex-prefeito de Madeiro, Zé Neto

Ao GP1, o advogado Acelino Júnior, que representa o ex-prefeito, contou que as armas encontradas na propriedade de Zé Neto pertenciam a seu pai.

“A operação desencadeada hoje em Madeiro foi em razão da ordem do juiz da comarca de Luzilândia, que veio a expedir vários mandados de busca e apreensão contra algumas pessoas, entre elas estava o prefeito Zé Neto. A prisão dele não veio a ocorrer em razão de qualquer fato ligado ao homicídio praticado contra o prefeito Zé Filho, mas sim em razão de algumas armas que foram encontradas em sua propriedade, em regra de sua posse, armas estas que na verdade pertenciam ao seu pai”, explicou o advogado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.