GP1

Castelo do Piauí - Piauí

Escola se pronuncia após boato de ameaça de massacre em Castelo do Piauí

Boato surgiu após alguém escrever no banheiro da escola a palavra “massacre”, seguida da data de 20/05.

A direção do Espaço Educativo Edmar Lima do Monte, escola da rede pública gerida pela Prefeitura de Castelo do Piauí, divulgou nota oficial na tarde desta quinta-feira (19), para esclarecer boatos de uma ameaça de massacre na unidade de ensino.

A informação começou a circular na cidade após alguém ter escrito em um banheiro da escola a palavra “massacre”, seguida da data de 20/05/2022. De acordo com a direção da unidade escolar, tudo não passou de um mal entendido, causado por uma “uma peraltice de adolescente”.

“Desde que essa informação chegou ao núcleo gestor, iniciou-se uma investigação para sabermos o que teria motivado alguém a escrever isso e quem o teria escrito. Pois bem, chegamos ao fato e aos envolvidos. Não daremos nomes, pois a preocupação maior dessa escola é sempre proteger a todos que fazem parte dela, e entendemos que tudo não passou de mal entendido, seguido de uma peraltice de adolescente”, consta na nota.

A escola ressaltou que não há nenhuma ocorrência na unidade de ensino que a direção não tome conhecimento e que não seja resolvida. “Reforçamos aos pais a nossa entrega quanto ao cuidado com nossos estudantes: não há nenhuma ocorrência, por menor que seja, que tomemos conhecimento e não a resolvamos. E quando não conseguimos resolver sozinhos na escola, pedimos ajuda as famílias. Tem sido assim desde que assumimos a gestão dessa instituição de ensino. Um exemplo disso, de todos os dias, é que não deixamos crianças sozinhas ao encerrar o turno”, diz outro trecho.

Por fim, a direção da escola sugeriu que os pais e responsáveis busquem dialogar mais com os alunos. “Também sugerimos que conversem com eles para saber como se sentem na escola; que visitem este espaço sempre que sentirem vontade. Estamos de portas abertas para recebê-los sempre! E se não for pedir demais, confiem em nosso trabalho”, finaliza a nota.

Leia na íntegra a nota:

Foto: Divulgação/AscomCarta aberta divulgada pela escola

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.