GP1

Teresina - Piauí

SAAD Leste vai investir R$ 4,5 milhões na reforma do Mercado do Peixe

O prefeito de Teresina Dr. Pessoa, disse que o processo de licitação para a reforma já foi autorizado.

Alef Leão/GP1 1 / 7 Lanchonetes Lanchonetes
Alef Leão/GP1 2 / 7 Freezers do mercado do peixe Freezers do mercado do peixe
Alef Leão/GP1 3 / 7 Mercado do Peixe Mercado do Peixe
Alef Leão/GP1 4 / 7 Cintia Silva Cintia Silva
Alef Leão/GP1 5 / 7 Luzia Pereira Luzia Pereira
Alef Leão/GP1 6 / 7 Francisco Macedo, Administrador do Mercado do Peixe Francisco Macedo, Administrador do Mercado do Peixe
Alef Leão/GP1 7 / 7 Doca Doca

O Mercado do Peixe, localizado na Avenida dos Expedicionários, zona leste de Teresina, passará por uma reforma estrutural. Segundo a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD Leste), serão investidos R$ 4,5 milhões.

O prefeito de Teresina Dr. Pessoa, disse que o processo de licitação para a reforma do Mercado do Peixe já foi autorizado. "Já está autorizado. Em breve, estaremos em obras e entregando a população um novo Mercado do Peixe com conforto para o povo. Será um espaço digno para os trabalhadores e para todos os clientes que frequentam o local, há tantos anos. A nossa gestão tem sempre o objetivo de levar o melhor para a população com trabalho e seriedade", destacou Dr. Pessoa.

Segundo a superintendente da SAAD Leste, Tatiana Guerra, uma obra de saneamento no Mercado do Peixe, realizada em parceria com a Águas de Teresina, já está sendo executada e será concluída junto com a reforma. "A SAAD Leste lutou e conseguiu que o projeto de saneamento fosse executado juntamente com a reforma. Mais de 200 famílias serão beneficiadas com o saneamento, pois acabará com o mau cheiro não só do mercado, mas também do entorno", disse Tatiana Guerra.

O diretor administrativo do Mercado do Peixe, Francisco Macedo, explicou que a reforma será realizada em etapas. “Fizemos uma parceria com a Águas de Teresina para fazer o esgotamento sanitário do mercado, inclusive já foi feita a primeira etapa e está sendo concluída a segunda etapa na Avenida dos Expedicionários, levando do Recanto das Palmeiras até o bairro São João. O grande problema que estamos tendo aqui é devido a água sem córrego, que atrai urubus e estamos tentando eliminar essa paisagem. A primeira etapa a gente fez aqui mesmo no mercado. A Águas de Teresina fez o trabalho de desmontar uma caixa d'água e agora está fazendo tratamento da água que limpa o peixe, com mais higienização. A segunda etapa a Águas de Teresina já está na Avenida dos Expedicionários fazendo a canalização até o bairro São João. Já a reforma será depois da segunda etapa feita pela Águas de Teresina. O projeto é mexer na estrutura do mercado. Queremos botar uma praça de alimentação, com mais limpeza e colocar um hortifruti para quem vier comprar o peixe já comprar sua verdura”, explicou o diretor administrativo.

Luzia Pereira trabalha há 15 anos no Mercado do Peixe, onde possui uma lanchonete. Para ela, a reforma trará vários benefícios para os permissionários e clientes. “Nós estamos mesmo precisando dessa reforma para melhorar o mercado, melhorar a praça de alimentação, ficar uma coisa mais bonita, mais moderna. As vendas estão muito fracas, mas com a reforma acreditamos que vamos atrair mais clientes. Vamos poder vender cervejas, peixes prontos, assados, cozidos, então vão ser vários benefícios”, ressaltou a empreendedora.

A permissionária Cintia Silva possui um boxe há seis anos no Mercado do Peixe e segundo ela, a reforma vai atrair mais clientes para o local. “Quando colocarem uma fachada, o Mercado do Peixe vai ser identificado, porque até então quem passa aqui pela frente não sabe definir o que é. Muitas pessoas perguntam onde fica o Mercado do Peixe e com essa fachada vai diferenciar. O objetivo deles também, além de melhorar o espaço onde ficam os peixes é colocar a parte do hortifruti. Ao invés de sair de sua casa para comprar só o peixe, vai comprar também a verdura. A praça de alimentação também vai melhorar bastante, vai ser tudo mais organizado e o cliente vai ter a opção de comer aqui o seu próprio peixe. Vai ficar muito mais bonito”, comemorou Cintia.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.