GP1

Teresina - Piauí

Terreno acumula lixo em Teresina e põe saúde da população em risco

A SEMDUH afirmou que o terreno é um ponto crítico, onde há muita ocorrência de depósito de lixo.

Marcelo Cardoso/GP1 1 / 11 Terreno baldio é usado para descarte irregular de lixo Terreno baldio é usado para descarte irregular de lixo
Marcelo Cardoso/GP1 2 / 11 Muito lixo no local Muito lixo no local
Marcelo Cardoso/GP1 3 / 11 Muita roupa no local Muita roupa no local
Marcelo Cardoso/GP1 4 / 11 Placa proibido jogar lixo Placa proibido jogar lixo
Marcelo Cardoso/GP1 5 / 11 Lixo é descartado em terreno baldio Lixo é descartado em terreno baldio
Marcelo Cardoso/GP1 6 / 11 Terreno fica localizado na rua Desembargador Pedro Conde Terreno fica localizado na rua Desembargador Pedro Conde
Marcelo Cardoso/GP1 7 / 11 Terreno baldio acumula água parada Terreno baldio acumula água parada
Marcelo Cardoso/GP1 8 / 11 Terreno baldio acumula água parada e muito lixo Terreno baldio acumula água parada e muito lixo
Marcelo Cardoso/GP1 9 / 11 Terreno abandonado e com água parada vira foco do mosquito Terreno abandonado e com água parada vira foco do mosquito
Marcelo Cardoso/GP1 10 / 11 Agua parada vira foco do mosquito Agua parada vira foco do mosquito
Marcelo Cardoso/GP1 11 / 11 Lixo no local Lixo no local

Um terreno abandonado localizado no bairro Noivos, zona leste de Teresina, está acumulando lixo e colocando em risco a saúde da população que mora nos arredores. O GP1 esteve no local e registrou a situação.

O terreno em questão fica situado na rua na rua Desembargador Pedro Conde, já próximo à Avenida Cajuína. No local, o que se vê é uma pilha de todo tipo de lixo, principalmente garrafas plásticas.

Com o lixo acumulado, acabou se formando uma lagoa de água parada no terreno, o que acende um sinal vermelho, pois, não bastassem os riscos de patologias causadas pela sujeira, há também o perigo de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e Chikungunya.

Na frente do terreno foi instalada uma placa da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), ressaltando a proibição de jogar lixo no local e divulgando um número de telefone para denúncias. O aviso, no entanto, não tem surtido efeito.

Lei municipal

De acordo com o Código Municipal de Postura de Teresina, estabelecido pela Lei Nº 3.610/2007, o proprietário do terreno tem a responsabilidade de garantir a conservação do imóvel, sob pena de multa.

“Todo proprietário de terreno urbano não edificado fica obrigado a mantê-lo capinado, drenado, murado e em perfeito estado de limpeza, evitando que seja usado como depósito de lixo, detritos ou resíduos de qualquer natureza”, consta no Artigo 16 da lei.

O que diz a SEMDUH

Procurada pelo GP1, a SEMDUH afirmou, por meio de sua assessoria, que esse terreno é um dos pontos críticos, onde há muita ocorrência de depósito de lixo. A secretaria ressaltou que a Prefeitura de Teresina limpa o local, mas a população volta a fazer o descarte irregular.

Leia na íntegra a nota da SEMDUH:

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH) comunica que monitora esse ponto crítico de descarte irregular de lixo no bairro Noivos, zona leste de Teresina.

Apesar das constantes limpezas, inclusão de placa 'Proibido Jogar Lixo' e atuações de sensibilização da comunidade pela equipe de Educação Ambiental do CTA, a população insiste em dispor irregularmente seus resíduos.

Informamos ainda que a menos de 500 metros desse local existe o Ponto de Recolhimento de Resíduos (PRR) N° 07, na Rua Desembargador José Lourenço, 64046-240.

Ao todo na cidade existem 56 pontos de PRR, distribuídos por todas as zonas de Teresina. Nesses contêineres laranjas é permitido colocar restos de material de construção e/ou reformas (limitado a 1 metro cúbico ou uma carroceria pequena por pessoa), móveis usados e podas de árvores.

Já para o lixo doméstico, é recolhido dia sim e dia não pelo caminhão de coleta da CTA que passa nas próprias residências.

A Prefeitura de Teresina reforça o pedido para que os teresinenses não descartem lixo em local proibido. Além de sujar a cidade, polui o meio ambiente e contribui para proliferação de insetos e de animais causadores de doenças.

Os órgãos de limpeza pública fazem a parte deles, contribua para o bem estar do município e de sua população, faça sua parte!

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.