GP1

Teresina - Piauí

Jovem é executado com 15 tiros dentro de bar no Mocambinho

Segundo a PM, esse é o segundo homicídio registrado no mesmo bar em um intervalo de apenas 48 horas.

Um jovem identificado como Carlos Emanuel Martins Chaves, 28 anos, foi executado com 15 tiros na madrugada desta segunda-feira (09), por volta de 1h30, no bar e sorveteria Estação Fria, no bairro Mocambinho, zona norte de Teresina.

Conforme informações repassadas pelo capitão César, do 9º Batalhão da Polícia Militar, três criminosos chegaram ao estabelecimento em um Chevrolet Onix de cor branca e efetuaram cerca de 21 disparos de arma de fogo contra a vítima.

“Três elementos chegaram em um Onix branco e dois desceram encapuzados, sendo um pela porta do passageiro e outro pela porta de trás. Eles efetuaram mais de 20 disparos de arma de fogo contra a vítima. Encontramos 21 cápsulas deflagradas de pistolas .40 e 380”, informou o capitão César.

Carlos Emanuel Martins Chaves foi atingido com 15 tiros e não resistiu aos ferimentos, indo a óbito no local do crime. Segundo a família, ele tinha passagens pela polícia por vários crimes.

A Polícia Militar isolou o local até a chegada da perícia e do Instituto de Medicina Legal (IML), responsável por fazer a remoção do corpo da vítima. O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

Segundo homicídio registrado no mesmo bar em 48h

Esse é o segundo homicídio registrado no Bar e Sorveteria Estação Fria em 48 horas. Isso porque na madrugada do último sábado (07), um homem foi executado com três tiros no mesmo local.

A vítima foi abordada por dois criminosos, que passaram pelo local em um veículo de modelo Fiat Palio, de cor branca. Os bandidos desceram do carro e efetuaram cinco disparos. Desses tiros, três atingiram a vítima. A Polícia Civil do Piauí vai investigar se há ligação entre os dois crimes.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.