Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Câmara de Teresina vota Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias

A votação do PLDO acontece nesta terça (09), e antecede a implementação do orçamento público.

A Câmara Municipal de Teresina coloca em primeira votação, nesta terça-feira (09), a Lei de Diretrizes Orçamentárias pertinente ao exercício financeiro de 2025 da capital piauiense. A matéria proposta pelo Executivo neste ano prevê receitas e despesas no mesmo montante, o chamado déficit zero nas contas públicas.

Junto desse PL, a Casa colocará em votação as emendas parlamentares propostas pelos vereadores de Teresina. Ismael Silva (PP) e Gustavo de Carvalho (PT) são autores de sete emendas ao todo, que tratam, por exemplo, de encaminhamento de relação de precatórios que o Poder Executivo deve e a ampliação de cadastro de reservas para concursos.

Foto: Lucas Dias/GP1Plenário da Câmara Municipal de Teresina
Plenário da Câmara Municipal de Teresina

PLDO

Considerado a fase intermediária na implementação do Orçamento Público, o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias pinça as prioridades do que foi estabelecido previamente pelo Plano Plurianual (PPA), que estabelece os objetivos e metas a serem alcançados de maneira geral dentro de um prazo de quatro anos. O último PPA aprovado em Teresina vige desde 2022 e vai até 2025.

Principais pontos do PLDO 2025 de Teresina

No PLDO para o exercício financeiro de 2025, consta que a despesa total do município deve ser no mesmo valor da receita total, prevendo, portanto, déficit zero nas contas públicas. Além disso, coloca meta de R$ 5 milhões para o Orçamento Popular e de R$ 2.688.000,00 (dois milhões, seiscentos e sessenta e oito mil reais) para a execução de Emendas Parlamentares Individuais.


Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.