GP1

Piauí

Wellington Dias mantém PEC 03 e servidores prometem protestos

O governador esteve reunido com os servidores na noite desta sexta-feira, mas segundo os sindicalistas, não houve avanços em relação às reivindicações.

No início da noite desta sexta-feira (23), o governador Wellington Dias esteve reunido com representantes de diversas categorias do setor público do Piauí que pediam a retirada da PEC 03, que propõe um novo regime fiscal para o estado. Wellington afirmou que não vai tirar a proposta de pauta e os sindicalistas asseguram que vão realizar manifestação na Assembleia Legislativa na próxima segunda-feira (26), durante a votação.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Wellington DiasWellington Dias

Os servidores, principalmente policiais civis, militares, delegados e professores temem que os reajustes salarias e a realização de concursos públicos sejam impedidos caso a PEC seja aprovada. O governador explicou que não há ameaças ao direito dos trabalhadores. “Se disse que há uma regra para congelar salários, pelo contrário, hoje é que nós já temos essa situação de impedimento de reajuste, de promoção, de chamar concursado, de progressão. Agora, a gente alcançando esses objetivos que essas matérias que estão na Assembleia [Legislativa] vão ajudar, nós vamos conseguir voltar a sentar à mesa com o servidor”, explicou.

Na manhã de hoje, o governador anunciou uma modificação à PEC, retirando o prazo de validade de 10 anos, assim, as regras de contenção de gastos devem ser cumpridas até que o Estado consiga atingir a receita de investimento de 10%.

Servidores insatisfeitos

Os servidores estaduais não ficaram satisfeitos com a reunião. O presidente do Sindicato dos agentes Penitenciários (Sinpoljuspi), Vilobaldo Carvalho, afirmou que não houve nenhum avanço em relação à petição das categorias e que será feito protesto na Assembleia Legislativa na tentativa de impedir a votação da PEC 03. “O governo apresentou as argumentações, nós apresentamos o nosso ponto de vista, tivemos um debate, mas não houve nenhum avanço, porque não há uma proposta do governo de modificar os termos do que foi enviado para a Assembleia”, disse.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Vilobaldo Carvalho Vilobaldo Carvalho

Os agentes penitenciários já entraram em acordo sobre o início de greve na próxima terça-feira (27), caso a prosposta seja aprovada pelos deputados. A intenção do Movimento Unificado dos Servidores Públicos (MUSP) é que todas as categorias entrem no movimento e deflagrem greve geral no Piauí.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.