GP1

Piauí

Acusado de explodir agência do Banco do Brasil é morto no Piauí

O criminoso morreu durante confronto com a polícia no município de Morro Cabeça no Tempo.

Mais um acusado de participar da tentativa de assalto ao Banco do Brasil da cidade de Curimatá, na região sul do Piauí, morreu nesta quinta-feira (12), em confronto com a polícia. Este é o quarto suspeito morto após troca de tiros com policiais. Durante as diligências também foram apreendidas armas, munições e dinheiro. 
Imagem: Divulgação/Secretaria de SegurançaQuarto suspeito morto em confronto com a polícia(Imagem:Divulgação/Secretaria de Segurança)Quarto suspeito morto em confronto com a polícia
De acordo com o comandante de policiamento do interior, coronel Paulo de Tarso, o criminoso foi visto por populares no município de Morro Cabeça no Tempo, que informaram à polícia. "Ele estava na periferia de Morro Cabeça no Tempo, e foi visto, a população informou para a polícia. A polícia foi ao encontro, houve troca de tiros e ele foi atingido. Foi encontrada uma bolsa com documentação, pouco dinheiro, porque na realidade eles não levaram dinheiro do banco, e duas pistolas", relatou o coronel. 
Imagem: Divulgação/Secretaria de SegurançaApreensões feitas na tarde de hoje(Imagem:Divulgação/Secretaria de Segurança)Apreensões feitas na tarde de hoje
Em continuidade das diligências, os policiais conseguiram localizar mais armas, munições, dinheiro, coletes a prova de balas, radio comunicadores e ferramentas que supostamente seriam usadas por esta quadrilha. 
 
Relembre o caso

Uma quadrilha interestadual explodiu na última quinta-feira (05), a agência do Banco do Brasil da cidade de Curimatá, no sul do Estado. Durante confronto com a polícia um dos criminosos acabou morto. Na última terça-feira (10) a polícia confirmou a morte de mais dois bandidos.

Imagem: DivulgaçãoAgência do Banco do Brasil de Curimatá(Imagem:Divulgação)Agência do Banco do Brasil de Curimatá
Segundo o secretário de segurança, Fábio Abreu, a Polícia Civil do Piauí recebeu informações que um grupo de assaltantes da Bahia havia se deslocado para região sul piauiense e, desde então, foram deslocadas equipes para fazer o mapeamento dos possíveis locais que o bando poderia atuar.

Até o momento, seis pessoas estão presas, entre elas, o vigilante de uma escola e um pré-candidato a vereador da cidade de Avelino Lopes, a cerca de 48 km de Curimatá.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.