GP1

Piauí

Acusado de matar irmãos em Piracuruca é condenado a 35 anos de prisão

Na ocasião dos assassinatos, o réu também feriu um terceiro irmão, crime pelo qual também foi condenado.

O Tribunal Popular do Júri condenou, na última terça-feira (24), Erisvaldo Coelho da Silva, por ter assassinado a tiros os irmãos Francisco Ferreira de Sousa e Luiz Ferreira de Sousa, fato ocorrido na cidade de Piracuruca no ano de 2010. Na ocasião, o réu também feriu um terceiro irmão, Sérgio Ferreira de Sousa, crime pelo qual também foi condenado. O juiz Stefan Oliveira Ladislau fixou a pena de 35 anos de prisão.

O fato aconteceu no dia 30 de agosto de 2010. De acordo com o Ministério Público, foi apurado durante as investigações que Erisvaldo Coelho possuía uma desavença com as três vítimas, contudo, o órgão ministerial defendeu no julgamento que os crimes foram praticados por motivo fútil, uma vez que, mesmo havendo discórdia, não havia razão para justificar os assassinatos.

Assim, o Tribunal Popular do Júri decidiu pela condenação do réu e o juiz Stefan Oliveira Ladislau estipulou a pena de 35 anos de reclusão, pelos crimes de homicídio com a qualificadora de motivo fútil. “Em virtude do somatório da regra do concurso material, a penal privativa de liberdade total a ser cumprida pelo réu Erisvaldo Coelho da Silva é de 35 anos de reclusão”, sentenciou o juiz.

O magistrado determinou que a pena será cumprida inicialmente em regime fechado na Penitenciária Mista de Parnaíba

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.