GP1

Piauí

Osmar diz que Governo não pediu ilegalidade da greve dos professores

De acordo com Osmar Júnior, o Governo segue apresentando a proposta de piso salarial de R$ 3.167,00 que é superior ao piso nacional.

O secretário de Governo do Estado do Piauí, o ex-deputado federal Osmar Júnior (PCdoB), disse durante entrevista à imprensa nesta quarta-feira (11) na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), que o diálogo segue aberto com a categoria dos professores que ainda estão em greve em todo o Piauí.

As atividades dos docentes seguem paralisadas há 30 dias. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE) reivindica reajuste no salário dos servidores, que somados chegam ao percentual de 17,01%. “O governo de se mantém aberto ao diálogo, apresentou proposta e independente de ter acordo ou não já encaminhou a Assembleia, que já está examinando os projetos de lei e acredito que na próxima semana já estejam aprovados”, disse o secretário.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Osmar JúniorOsmar Júnior

Proposta do Governo

De acordo com Osmar Júnior, o Governo do Estado segue apresentando a proposta de piso salarial de R$ 3.167,00. “Proposta que o piso do professor ficara é R$ 3.167 sem aumento ainda, portanto, muito superior ao piso nacional. Uma proposta que incorpora aos salários dos professores e professoras, ativos e inativos, aposentado ou aposentada também. Esse projeto de lei está tramitando e, além disso, o Governo encaminhou uma mensagem instituindo um auxílio-alimentação como forma de enfrentar as dificuldades que temos hoje, equivalente a 4.31% dos salários dos servidores”, ressaltou.

Ilegalidade da greve

Ainda conforme o secretário, o governador Wellington Dias ainda não decidiu se vai ser feito o pedido de ilegalidade da greve. “Sobre a ilegalidade, não há decisão sobre isso. O que o governador tem dito é que nós vivemos em um regime democrático, institucional regido pela constituição. Portanto, existem leis que precisam ser cumpridas. As que precisam ser cumpridas não é a vontade do governador cumpri-la ou não, é obrigação dele”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Osmar diz que Governo mantém diálogo com professores em greve

Wellington Dias afirma que vai cortar ponto de professores em greve

Professores saem às ruas de Picos em protesto contra Wellington Dias

Professores protestam contra reajuste salarial encaminhado à Alepi

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.