GP1

Piauí

Detran implementa o CRV eletrônico no estado do Piauí

A medida valerá para veículos registrados a partir do dia 04 de Janeiro de 2021.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI) informou nesta sexta-feira (22), que agora o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) e o Certificado de Registro de Veículo (CRV), comumente conhecido como DUT, se transformaram no CRV Eletrônico (CRV-e), ou seja, não serão mais produzidos em papel moeda.

A medida valerá para veículos registrados a partir do dia 04 de Janeiro de 2021, ou seja, os documentos expedidos antes disso, impressos em papel-moeda verde, continuarão valendo.

“O objetivo do Contran e dos Detran’s é modernizar e simplificar ainda mais os nossos serviços, bem como facilitar a vida do condutor para que não enfrente mais filas e burocracias dentro do órgão, queremos que essa mudança no CRV possa trazer mais melhorias”, explicou o diretor geral do Detran-PI, Garcias Guedes.

Saiba em quais situações se deve registrar o veículo e emitir o CRV-e:

- compra de veículo zero km;

- compra/venda de veículo usado;

- mudança de município de domicílio ou residência do proprietário;

- mudança de categoria ou alteração na característica do veículo;

Na prática, as mudanças não trarão impactos para quem já possui o documento de registro (CRV físico) e a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV) em papel-moeda, ou seja continuará tudo igual como era antes para os veículos registrados antes de 2021.

Transferência de propriedade

Quando esse proprietário for vender o veículo, segue o mesmo procedimento atual: preenche o verso do documento com os dados do comprador, reconhece firma no cartório e, por fim, o comprador vai ao Detran para efetivar a transferência.

Para os veículos registrados a partir do dia 4 de janeiro de 2021, o procedimento muda um pouco. O Detran-PI expedirá somente o CRLV-e, em formato digital, por meio do nosso site oficial.

A ATPV-e, que antes vinha em branco, no verso do CRV (Antigo DUT), a partir de agora será expedida somente quando o proprietário for vender o veículo por meio do site oficial do Detran-PI (www.detran.pi.gov.br), no botão “Cadastrar Intenção de Venda”.

Então o Detran disponibiliza a ATPV-e para que o vendedor e comprador preencham os dados corretamente de venda, com o QR Code de segurança. A partir daí, o procedimento é o mesmo de antes: reconhecimento de firma no cartório e efetivação da transferência no Detran-PI.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.