GP1

Piauí

Justiça Itinerante inicia atendimentos de forma virtual no Piauí

A medida foi determinada em virtude do aumento de casos de contaminação pelo novo coronavírus.

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), abriu os trabalhos da Jornada da Justiça Itinerante no Estado e diferentemente dos anos anteriores, terá atendimento exclusivamente de modo virtual, devido ao aumento de casos de contaminação pelo coronavírus em 2022.

Por conta da medida, para ter acesso aos serviços oferecidos pela Justiça Itinerante é necessário que o interessado faça agendamento prévio através da internet, por meio da Defensoria Itinerante através dos números: (86) 9 9443-4354; (86)9 9495-7298; (86) 3233-9805; (86)9 9404-7746 ou pelo e-mail: [email protected]

Outra novidade, é que neste ano, a Jornada da Justiça funcionará por um período de seis meses de forma contínua, até o dia 30 de junho. A respeito do atendimento de forma virtual, Roberta Sampaio, que é analista judiciária do TJ, afimou que a medida tem como objetivo atender mais cidadãos. “Nossa meta é aumentar o número de pessoas atendidas pela Justiça Itinerante mesmo diante da pandemia, temos uma nova estrutura de atendimento, nesta nova modalidade, os atendimentos acontecem de forma contínua, e, consequentemente a população mais necessitada será beneficiada de forma segura”, destacou Roberta Sampaio, Analista Judiciária.

Teresina será a primeira cidade beneficiada com a prestação de serviços de reconhecimento de paternidade pelo projeto ”Eu tenho Pai”, que consiste na retificação de registro civil de nascimento, casamento e óbito, divórcio consensual, reconhecimento e dissolução de união estável, suprimento/justificação de óbito de maneira mais ágil. Já quanto aos demais municípios do Piauí, no dia 24 de janeiro de 2022, Curral Novo do Piauí será o primeiro a ser beneficiado com ações de forma presencial.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.