GP1

Piauí

Advogados presos em 2011 por estelionato no Piauí ainda não foram julgados

Eles foram por pelos policiais da Delegacia do Idoso, acusados de aplicar golpes em idosos.

Quase 11 anos depois, os advogados Fabrício da Silveira Amorim e Raimundo Diogenes da Silveira Neto, presos no dia 8 de junho de 2011, acusados do crime de estelionato ainda não foram julgados.

Eles foram presos por policiais da Delegacia do Idoso, acusados de aplicar golpes em idosos na região de São Raimundo Nonato e Oeiras, em cumprimento a mandado expedido pelo juiz da Comarca de Oeiras, Edson Rogério Leitão Rodrigues. Os advogados foram soltos no mesmo dia.

A primeira audiência de instrução e julgamento sobre o caso foi marcada para o dia 14 de fevereiro de 2017, contudo houve sucessivos adiamentos e até o momento o julgamento não aconteceu.

A última movimentação do processo no sistema ThemisWeb, do Tribunal de Justiça do Piauí, foi no dia 28 de julho de 2021 quando foi cadastrado que se estava aguardando devolução de Ofício.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.