GP1

Piauí

Projeto permite que mulher coloque DIU sem autorização do marido no Piauí

O projeto é do deputado Franzé Silva e foi apresentado na Assembleia Legislativa no dia 25 de abril.

O deputado Franzé Silva (PT) apresentou, no dia 25 de abril, na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) projeto de lei que proíbe a exigência de autorização do cônjuge ou de companheiro para a realização de procedimentos de inserção de métodos contraceptivos.

De acordo com o projeto, fica vedada aos profissionais de saúde bem como às operadoras de planos de assistência ou seguro à saúde, a exigência do consentimento de cônjuge ou de companheiro para autorizar a realização dos procedimentos de inserção de dispositivo intrauterino (DIU), de implante contraceptivo ou de injeção anticoncepcional em todo o Piauí.

Foto: Alef Leão/GP1Franzé Silva
Franzé Silva

Em sua justificativa, o deputado destacou que ainda existem planos de saúde que exigem consentimento do marido para a inserção do DIU em mulheres casadas ainda que não haja nenhuma previsão legal para tal exigência, tornando-se assim uma prática abusiva, ilegal, descabida, e afrontosa à condição e dignidade da mulher.

“Então, dessa forma, o projeto visa proteger e cuidar da saúde da mulher, assegurando o direito ao procedimento reprodutivo e, dada a relevância da presente proposição, submetemos à consideração do Plenário desta Casa Legislativa, contando com apoio dos nobres pares para a aprovação”, diz trecho do projeto.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.