GP1

Polícia

Boxeador do Marrocos é preso na Vila Olímpica por estupro

Preso provisoriamente por 15 dias, o boxeador pode ficar de fora dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O atleta marroquino de boxe Hassan Saad, de 22 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (05), suspeito de estuprar duas camareiras na Vila Olímpica, na última quarta-feira (03). Preso provisoriamente por 15 dias, o boxeador pode ficar de fora dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O boxeador iria competir neste sábado (06), às 12h30, no Pavilhão 6 do Rio Centro, com o representante da Turquia, Nadir Mehmet Unal. A prisão temporária foi decretada pelo Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos, com base em provas reunidas por investigadores da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes). 

  • Foto: Yuri Cortez/AFPBoxeador Hassan SaadaBoxeador Hassan Saada

Segundo a polícia, Hassan Saad teria chamado as duas camareiras ao seu quarto e as atacou, passando a apertar as coxas de uma delas e os seios da outra. O boxeador estava com mais dois atletas no quarto, que não fizeram nada com as mulheres. Elas conseguiram sair do quarto e acionaram as autoridades.

 De acordo com o G1, o Comitê Olímpico da Rio 2016 afirmou que está ciente do caso, que a prisão extrapola o âmbito esportivo e que vai colaborar com as investigações no que for necessário para a resolução do caso.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.