GP1

Polícia

Acusado de matar idosa a facadas na Cerâmica Cil é preso em Caxias

A informação foi confirmada ao GP1 pela delegada Luana Alves, titular do Núcleo de Feminícidio, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Um homem acusado de assassinar uma idosa identificada como Maria Adalgisa, de 74 anos, no dia 25 de julho de 2020, no Povoado Cerâmica Cil, zona sul de Teresina, foi preso na tarde desta quarta-feira (17), no município de Caxias, no Maranhão.

A informação foi confirmada ao GP1 pela delegada Luana Alves, titular do Núcleo de Feminícidio, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O suspeito do crime chegou a ser preso em flagrante no dia crime, porém foi solto. Ele então foi embora para o outro estado, mas sua prisão foi preventiva decretada.

Foto: Alef Leão/GP1Delegada Luana Alves
Delegada Luana Alves

Uma equipe do Núcleo de Feminícidio se deslocou para Caxias para trazer o suspeito, que deve ser encaminhado ao sistema prisional do Piauí.

Relembre o caso

Maria Adalgisa, de 74 anos, foi assassinada dentro de casa no povoado Cerâmica Cil, zona sul de Teresina no final da tarde de sábado, 25 de julho do ano passado. O acusado do crime, conhecido como Maguila, foi preso em flagrante pela Força Tática do 17º Batalhão da Polícia Militar do Piauí.

Foto: Reprodução/WhatsAppIdosa foi assassinada no povoado Cerâmica Cil
Idosa foi assassinada no povoado Cerâmica Cil

Segundo a PM, a vítima e o acusado estavam ingerindo bebida alcoólica em um bar quando se desentenderam. A mulher resolveu ir embora e foi seguida pelo sujeito, que a atacou quando ela chegou em casa, por volta das 17h30.

O acusado fugiu e se escondeu na casa da avó, que fica em frente a residência da vítima, mas foi capturado momentos depois.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.