GP1

Polícia

Polícia Civil prende acusado de arrombar escritório de advocacia em Teresina

Em depoimento ao delegado Sérgio Alencar, Ronielle Silvério confessou a participação no crime e relatou que estava sob efeito de entorpecentes.

A Polícia Civil do Piauí, através do delegado titular do 1º DP, Sérgio Alencar, prendeu no final da manhã desta terça-feira (23) um homem identificado como Ronielle Silvério dos Santos, suspeito de arrombar um escritório de advocacia localizado na Avenida Miguel Rosa, no Centro de Teresina, ocorrido no último dia 21 de fevereiro. A captura foi efetuada após um mandado de prisão expedido pela Justiça.

Em depoimento ao delegado Sérgio Alencar, Ronielle Silvério confessou a participação no crime e relatou que estava sob efeito de entorpecentes. Na ocasião, ele furtou dois computadores e uma cafeteira.

“Eu estava drogado, doido para fumar. Levei dois notebooks, uma cafeteira e uma tela de computador. Troquei tudo por R$ 200 em drogas. Fui lá no sábado à noite e retornei no domingo de manhã”, relatou o acusado.

O suspeito contou ainda durante o depoimento que já tem várias passagens pela polícia, e uma dessas foi sob acusação de ter praticado um furto em uma agência da Caixa Econômica Federal na Avenida Duque de Caxias, na zona norte de Teresina. “Lá eu ia passando, quebrei a porta giratória, arrombei as gavetas e peguei R$ 6.000 e dois notebooks. Fui preso pela Polícia Federal, e passei 7 meses preso por esse crime”, disse o indivíduo.

Após ser interrogado pelo delegado, o suspeito vai aguardar ser submetido a uma audiência de custódia, e logo após ser transferido para o sistema prisional do Piauí.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.