GP1

Polícia

Açougueiro é executado a tiros no bairro Mocambinho em Teresina

O crime foi registrado no início da tarde desta segunda-feira (01), na zona norte de Teresina.

Lucas Dias/GP1 1 / 10 O crime ocorreu na zona norte de Teresina O crime ocorreu na zona norte de Teresina
Lucas Dias/GP1 2 / 10 Mãe da vítima no local do crime Mãe da vítima no local do crime
Lucas Dias/GP1 3 / 10 PM isolou a área PM isolou a área
Lucas Dias/GP1 4 / 10 Capitã Liliane, do 9º BPM Capitã Liliane, do 9º BPM
Lucas Dias/GP1 5 / 10 A vítima foi identificada como Ramon Farias de Sousa A vítima foi identificada como Ramon Farias de Sousa
Lucas Dias/GP1 6 / 10 Edson Campos, chefe de investigação do 9º DP Edson Campos, chefe de investigação do 9º DP
Lucas Dias/GP1 7 / 10 A vítima foi surpreendida pelo atirador A vítima foi surpreendida pelo atirador
Lucas Dias/GP1 8 / 10 A mãe do rapaz chorando próximo ao corpo do filho A mãe do rapaz chorando próximo ao corpo do filho
Lucas Dias/GP1 9 / 10 Viatura da PM no local Viatura da PM no local
Lucas Dias/GP1 10 / 10 Carro que a vítima estava Carro que a vítima estava

Um açougueiro identificado como Ramon Farias de Sousa foi executado a tiros no início da tarde desta segunda-feira (01), por volta de 12h, no bairro Mocambinho, zona norte de Teresina. Ele utilizava tornozeleira eletrônica.

De acordo com o chefe de investigações do 9º Distrito Policial, Edson Campos, populares relataram que a vítima estava em um veículo, acompanhada de outra pessoa, quando foi surpreendida pelo atirador. Na tentativa de escapar, Ramon Farias ainda correu para o outro lado da rua, mas acabou tombando já sem vida, enquanto o segundo ocupante do veículo fugiu para outra direção e não foi atingido.

“A pessoa que atirou nele ficou aguardando na esquina e quando ele chegou para entregar uma mercadoria ele não contou história. Segundo o homem que estava com a vítima no veículo, um Palio preto, quando o Ramon desceu do carro o suspeito foi atirando nele. A pessoa que estava com o Ramon correu para um lado e a vítima também correu, mas veio a óbito no local”, explicou o chefe de investigações do 9º DP.

Conforme levantamento inicial da Polícia Civil, Ramon Farias já tinha passagem na polícia e o crime tem características de acerto de contas.

Assassinato de mulher pode ter relação com morte de Ramon

Ramon Farias de Sousa já havia sido preso pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), sob acusação do assassinato de Hyvenna Sefora Meneses, morta a tiros no dia 12 de julho de 2019, no bairro Poti Velho, zona norte de Teresina.

Na ocasião do crime, um grupo de pessoas estava em um bar, desde a noite de anterior, quando os suspeitos, dentre eles Ramon, chegaram em uma motocicleta de modelo Honda Pop 100 de cor preta e teve início uma discussão no local. Em seguida ocorreram os disparos, que atingiram Hyvenna e outras duas pessoas, que sobreviveram aos ferimentos.

Com o avanço das investigações, o DHPP identificou Ramon com um dos suspeitos de participação no assassinato de Hyvenna Sefora Meneses e representou pela prisão preventiva, que foi cumprida em 09 de março de 2020.

A investigação realizada apontou que Ramon realizou o crime juntamente com seu irmão.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.