GP1

Política

TCE aceita representação contra o prefeito Ariano Messias

No processo, o Ministério Público chegou a pedir que fosse realizado o bloqueio das contas bancárias do município de Cristalândia do Piauí até que o prefeito regularizasse o envio da document

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) julgou procedente uma representação do Ministério Público de Contas contra o prefeito de Cristalândia do Piauí, Ariano Messias, por atraso no envio da prestação de contas mensal.

No processo, o Ministério Público chegou a pedir que fosse realizado o bloqueio das contas bancárias do município de Cristalândia do Piauí até que o prefeito regularizasse o envio da documentação, pois isso estaria dificultando a fiscalização dos gastos públicos.

  • Foto: Facebook/Prefeitura Municipal de Cristalândia Ariano MessiasAriano Messias

O prefeito Ariano Messias apresentou a documentação que estava faltando e então o TCE decidiu não bloquear as contas, mas em decisão publicada no Diário Oficial do TCE, desta quarta-feira (24), os conselheiros decidiram pela procedência da representação por ter sido constatada a irregularidade e determinaram que o caso seja seu incluído aos autos da prestação de contas do município de Cristalândia, referente ao exercício 2018, para que as ocorrências verificadas sejam levadas em consideração quando forem julgadas.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.