GP1

Política

Robert diz que não acompanha Wilson se o PSB se aliar a Wellington Dias

“Acho difícil [PSB voltar para o Governo]. Mas é decisão do Wilson Martins. Você lembra que o Flávio Nogueira foi para o governo e eu fiquei na oposição? Fico de novo”, afirmou Robert.

O ex-deputado estadual Robert Rios Magalhães demonstrou descrença quanto a possibilidade de o PSB retornar para a base do Governo Wellington Dias (PT-PI). Durante entrevista ao GP1, nesta sexta-feira (29), Rios afirmou que se o seu partido voltar a compor com o chefe do Palácio de Karnak, ele permanecerá na oposição.

O ex-deputado, que atualmente está como pré-candidato a vice na chapa que será liderada por Dr. Pessoa (MDB) na disputa pela Prefeitura de Teresina, recordou o passado, quando filiado ao PDT, decidiu ficar na oposição quando sua ex-sigla firmou aliança com Wellington Dias.

“Acho difícil [PSB voltar para o Governo]. Mas é decisão do Wilson Martins [presidente do PSB no Piauí]. Você lembra que o Flávio Nogueira [que dirigia o PDT] foi para o governo e eu fiquei na oposição? Fico de novo”, assegurou Robert.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Robert RiosRobert Rios

Reaproximação

Após o rompimento do senador Ciro Nogueira (presidente nacional do Progressistas) com o governador Wellington Dias, abriu um canal de diálogo com o ex-governador Wilson Martins, que já foi vice-governador do petista e, portanto, já estiveram no mesmo grupo político.

O diálogo entre eles está sendo pavimentando pelo secretário de Governo do Piauí, ex-deputado federal Osmar Júnior (PCdoB). Ainda não houve uma evolução na conversa entre eles, mas a abertura para o entendimento se mantem. Em recente entrevista ao GP1, Wellington disse que seria “um prazer” voltar a compor com Wilson Martins.

Ciro na área

Alguns dias depois das declarações de Wellington, Ciro Nogueira também esteve reunido com Wilson. Os dois tiveram uma longa conversa em Brasília onde alinharam a parceria entre Progressistas e o PSB em várias cidades do interior do Piauí nestas eleições. No mesmo encontro, eles deixaram as portas escancaradas para a possibilidade de estarem juntos nas eleições de 2022, quando o senador pretende concorrer ao Governo do Estado e Wilson almeja conquistar uma vaga na Câmara Federal.

NOTICIAS RELACIONADAS

Wellington Dias diz que será um prazer ter Wilson Martins ao seu lado

Wellington Dias dispara contra Ciro: “tenho respeito pela política”

Ciro Nogueira tenta impedir aliança entre Wilson Martins e Wellington

Governador Wellington Dias rompe com senador Ciro Nogueira

Ciro Nogueira rebate Wellington e diz que soube de rompimento pela imprensa

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.