GP1

Política

Regina Sousa compara Jair Bolsonaro e Michel Temer a Hitler

Regina Sousa criticou a divulgação da carta de Bolsonaro publicada na última quinta-feira (09).

A vice-governador Regina Sousa (PT) usou seu perfil no Twitter neste sábado (11) para criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Michel Temer (MDB) pela carta divulgada na quinta-feira (9), afirmando que não tinha “intenção de agredir quaisquer dos poderes”.

A carta em questão, denominada ‘Declaração à Nação’, foi redigida por Michel Temer a fim de acalmar os ânimos após o discurso de Bolsonaro nas manifestações do dia 7 de setembro. Regina comparou a carta da dupla com o Acordo de Munique, feito por Adolf Hitler em 1938. O acordo foi desrespeitado pelo nazista no ano seguinte.

“Um golpista escreve o texto, o outro golpista assina. O que é uma assinatura num papel para um nazifascista? Hitler assinou acordo em 1938, enganou Itália, França e Inglaterra, não parou com as invasões”, escreveu Regina Sousa.

Na manifestação Bolsonaro disse que não acataria nenhuma decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. A declaração não foi bem vista por membros do legislativo e do judiciário e o presidente afirmou por carta que seu discurso foi feito no calor do momento, reiterando a necessidade de respeitar todos os poderes.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.