GP1

Saúde

Comitê da FDA recomenda aplicação de vacina da Pfizer em crianças

Essa pode ser a primeira vacina aprovada nos Estados Unidos para o público infantil até o momento.
Por Estadão Conteúdo

Um comitê externo de aconselhamento da FDA, agência reguladora dos Estados Unidos, recomendou na tarde desta terça-feira, 26, a aplicação da vacina da Pfizer contra a covid-19 em crianças de 5 a 11 anos. Segundo o The New York Times, a decisão não é final, mas é um passo importante na aprovação do imunizante para esta faixa etária, uma vez que o órgão oficial costuma seguir as indicações do conselho.

Caso seja aprovada pela FDA, a previsão é que as doses da Pfizer possam ser aplicadas nas crianças estadunidenses a partir da próxima semana. Ainda na última sexta-feira, a farmacêutica fez uma requisição formal ao órgão, afirmando que seu imunizante apresentou uma eficácia de 90,7% no público de 5 a 11 anos.

Essa pode ser a primeira vacina aprovada nos EUA para o público infantil até o momento, e deve atender cerca de 28 milhões de crianças em todo o território estadunidense. Tanto lá como no Brasil, o imunizante da Pfizer já é também o único com o aval necessário para ser aplicado em adolescentes dos 12 aos 17 anos.

Como divulgado na última semana, a dosagem utilizada nas crianças corresponde a um terço da dose aplicada em adultos. Foi esse mesmo volume aprovado pelo comitê independente da FDA nesta terça, que também recomendou duas doses, com três semanas de intervalo.

A expectativa é que a FDA bata o martelo sobre a questão nos próximos dias. Após o aval da agência, algumas regiões dos EUA também aguardam orientações formais do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) antes de iniciarem a campanha de imunização em um novo público.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.