GP1

Saúde

Pfizer diz que sua vacina contra covid é 90,7% eficaz em crianças

Atualmente, imunizante da marca é o único aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.
Por Estadão Conteúdo

A farmacêutica americana Pfizer afirmou nesta sexta-feira, 22, que sua vacina contra covid-19 é 90,7% eficaz em crianças entre 5 e 11 anos. Atualmente, o imunizante da marca é o único aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação em adolescentes de 12 a 17 anos no Brasil.

Em documento publicado devido a uma reunião agendada para a próxima semana com a agência reguladora dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês), a Pfizer explicou que conduziu recentemente um estudo com cerca de 2 mil crianças.

Três das crianças que receberam injeções da vacina foram infectadas pelo coronavírus, em comparação com 16 que contraíram a doença no grupo que recebeu placebo. A empresa especificou que duas vezes mais crianças receberam a vacina, em relação àquelas que estavam no grupo do placebo.

Em 7 de outubro, a Pfizer e sua parceira, a BioNtech, anunciaram o envio à FDA de um pedido de autorização de uso emergencial de sua vacina contra a em crianças de 5 a 11 anos. Até este momento, assim como no Brasil, a FDA só autoriza o uso da vacina em adolescentes a partir dos 12 anos.

Antes de enviar a solicitação, as empresas apontaram que os resultados do últimos testes clínicos geraram uma resposta "robusta" de anticorpos e que a vacina é segura, o que aproximaria a possibilidade de disponibilizar a vacina para crianças no final de outubro ou início de novembro.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.