GP1

Manifestantes revoltados cercam carro oficial da presidente Dilma Rousseff em Manaus


Nesta terça-feira, 18/02/2014, a presidente da República, Dilma Rousseff, pré-candidata a reeleição, desembarca no Piauí para anunciar recursos na ordem de R$ 400 milhões para obras de mobilidade urbana no Estado. Na sexta-feira, 14/02, carro oficial da presidente Dilma foi cercado por manifestantes em Manaus, onde ela foi inaugurar o Residencial Viver Melhor.

No Piauí, Dilma, em outra oportunidade [quando veio ao Estado e usou até um gibão de vaqueiro para aparecer na mídia nacional], anunciou que liberaria recursos para a construção do sistema de drenagem da zona leste de Teresina; disse que liberaria, no ano de 2011, R$ 900 milhões para o sistema elétrico. Em 2012, prometeu a construção de um viaduto na Avenida Higino Cunha, no cruzamento com a Marechal Castelo Branco, mas não liberou nenhum ‘vintém’ do que prometeu.

O viaduto da Higino Cunha foi construído com recursos da Prefeitura de Teresina, que teve a parceria do Governo do Estado.

As demais obras, nunca saíram do papel. A Eletrobras, sequer, consegue manter energia de qualidade para as indústrias do Estado. A galeria da zona leste nunca foi construída. Basta chover um pouco para a zona leste da capital do Piauí virar um mar de lama.

Para a visita desta terça-feira (18), em Teresina, consta na agenda da presidente, solenidade às 9h30, com a entrega de máquinas para prefeitos. Depois, Dilma deverá seguir para Maceió, Alagoas. Na agenda não consta as novas promessas de envio de recursos para o Piauí. O anúncio fica por conta dos partidários, que insistem em repetir que Dilma não está fazendo campanha extemporânea.

Tumulto em saída da presidente Dilma Rousseff da inauguração de residencial em Manaus

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.