GP1

Med Imagem diz que segue todas as normas de combate à covid-19

"A Empresa segue todas as normas de controle e prevenção da transmissibilidade da COVID-19", diz nota.

A assessoria de comunicação da Med Imagem enviou, na tarde deste domingo (27), esclarecimento acerca de nota publicada neste blog, na manhã de ontem (26), intitulada “Med Imagem, respeite seus pacientes e colaboradores".

Em nota, a empresa afirmou que segue todas as normas sanitárias de controle e prevenção da transmissibilidade da covid-19 e que, por isso, o sistema de agendamento via Call Center atua com um rigoroso controle do número de marcações de consultas.

“Nenhum cliente é prejudicado quanto ao atendimento de suas necessidades mais urgentes, haja visto que, seja em condições habituais ou como visto durante todo o período da pandemia, os serviços de urgência de nossa ampla rede hospitalar estão abertos e disponíveis 24h”, diz trecho da nota.

Confira abaixo a nota de esclarecimento na íntegra:

Acerca da publicação nesta coluna citando a MedImagem, é necessário informar e esclarecer que a Empresa segue todas as normas sanitárias de controle e prevenção da transmissibilidade da COVID-19 e que por isso, o sistema de agendamento via Call Center atua com um rigoroso controle do número de marcações de consultas e, portanto, da quantidade de atendimentos diários dentro da clínica.

Como citado na própria matéria, o agendamento tem sido restritivo para toda a demanda, exatamente pela preocupação com as questões sanitárias e necessidade do distanciamento social.

A despeito disso, há uma grande demanda espontânea de pacientes a procura de atendimento na MedImagem devido a credibilidade e qualidade de seus serviços, o que leva a empresa a ter ainda mais atenção em evitar as aglomerações.

Vale lembrar que a Medimagem, diariamente, aplica os protocolos sanitários de prevenção da COVID-19 como: a aferição de temperatura de todos na entrada, sinalização educativa de distanciamento social, exigência do uso de máscara, fornecimento de álcool em gel durante todo percurso do cliente, fluxos de atendimento específicos conforme natureza do procedimento, fornecimento de EPIs e EPCs para garantir a segurança dos profissionais, sinalizações e bloqueios nas cadeiras de espera e controle de agendamento pelo Call Center.

Por fim, nenhum cliente é prejudicado quanto ao atendimento de suas necessidades mais urgentes, haja visto que, seja em condições habituais ou como visto durante todo o período da pandemia, os serviços de urgência de nossa ampla rede hospitalar estão abertos e disponíveis 24h.

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.