Fechar
GP1

Brasil

MEC cancela versão digital do Enem e alega custo elevado

De acordo com o Inep, no ano passado só metade dos inscritos compareceram para fazer a prova.

Na manhã desta quarta-feira (8), o Ministério da Educação (MEC) decidiu cancelar a versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que foi criada em 2020 durante o governo de Jair Bolsonaro.

De acordo com o Inep, órgão do MEC que é responsável pela prova, a medida passa a valer a partir deste ano. A decisão foi justificada devido os altos índices de abstenção em anos anteriores e o custo elevado para a realização do exame digital.

Foto: Caio Rocha/Framephoto/Estadão ConteúdoEnem
Enem

Foram 100 mil vagas para o Enem digital no ano passado e 66 mil candidatos optaram pelo formato. Porém, metade dos inscritos (30 mil) compareceram para fazer a prova.


No ano passado, o teste foi realizado após dois anos seguidos por uma crise com recordes de abstenções, problemas de logística e prejuízos devido à pandemia de Covid-19.

O Enem 2023 vai acontecer nos dias 5 e 12 de novembro. Segundo o calendário oficial do Inep, o gabarito vai estar disponível no dia 24 de novembro e o resultado será divulgado em 16 de janeiro de 2024.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.