Clientes passam mal após comerem comida estragada em famoso restaurante de Teresina

Nesta terça-feira  (20) por volta das 20h, alguns amigos que se encontravam bebendo no Restaurante e Picanharia MARÉ, localizado no bairro Jockey Club, resolveram pedir uma picanha como tira-gosto, após iniciarem o consumo da picanha, perceberam que a mesma estava estragada, chamaram uma garçonete identificada como Valéria que ao receber a reclamação, levou a carne de volta e ofereceu outra em substituição a primeira.

Em seguida apareceu um senhor chamado Aluisio, que se identificou como proprietário do estabelecimento e pediu desculpas pelo ocorrido. Como todos já haviam provado do alimento, alguns depois queixaram-se de desconforto estomacal, chegando a passarem mal.

É lamentável que isso ainda possa ocorrer e principalmente em um restaurante bem conceituado que fica localizado na área mais nobre da cidade, o bairro Jockey Club.

O proprietário do restaurante Maré, que fica localizado na Rua Napoleão Lima 1295, deve ter mais atenção com a qualidade dos produtos alimentícios que vende aos seus clientes, evitando constrangimentos futuros e/ou processos por conta da má qualidade de seus alimentos servidos aos frequentadores de seu restaurante.

Peço aos fiscais da vigilância sanitária Roberto Matias e Janine Seba que possam fiscalizar o local para que no futuro outros clientes não venham a ter que passar por esses dissabores.

Projeto de autoria da deputada estadual Liziê Coelho (PTB), que dispõe sobre a criação do Cadastro Estadual de Controle de Acidentes de Consumo, foi aprovado nesta semana pela Comissão de Administração e Finanças da Casa. A proposta tem como objetivo permitir um maior controle social da saúde e segurança dos consumidores de produtos e serviços colocados no mercado, o que irá reduzir os custos do Sistema Público de Saúde com o atendimento desses pacientes – (Saiba Mais).

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811