Colunista social do Piauí é acusado de agressão e vítima presta queixa no 1º DP de Teresina

Imagem: ReproduçãoClique para ampliarOstim Raulino(Imagem:Reprodução)Ostim Raulino
Uma professora de uma escola de idiomas de Teresina deu queixa na noite de ontem (2), no 1º Distrito Policial, contra o colunista social Ostin Raulino, conhecido por realizar todos os anos a “Feijoada do Ostin”.

A confusão se deu próximo ao Teatro 4 de Setembro, quando a professora, que tinha se apresentado em uma peça no teatro seguia vestida de padre para o projeto Samba no Coreto. O colunista, numa manifestação explicita de intolerância, começou a dizer palavrões e a exigir que a professora tirasse a vestimenta.

A professora explicou que não ia tirar por que sua roupa estava em um carro que não se encontrava no local. Visivelmente transtornado o colunista jogou cerveja na professora e partiu para agredi-la. No momento que ele iniciou a agressão física os amigos da professora interviram. Quando percebeu que os presentes se voltaram contra ele, Ostin saiu correndo do local.

A vítima, acompanhada de amigos, prestou queixa no 1º DP e os policiais ainda tentaram localizar Ostin para prendê-lo, mas ele evadiu-se da área. Um cabeleireiro famoso, que também é apresentador de TV, presenciou a cena e disse para os policiais que ele era seu amigo, mas que estava errado e tinha que pagar pelo seu erro, mas que não podia ajudar por que Ostin já tinha saído. A vítima afirma que não vai deixar a agressão sem punição e vai à Justiça para que Ostin não faça o mesmo com outras pessoas.


Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811