Deputado Marden Menezes propôs título de cidadania a falso cônsul

- atualizado

Não foi somente o vereador Aluísio Sampaio que se rendeu aos encantos de Adailton Maturino, preso pela Polícia Federal no estado da Bahia na Operação Faroeste, que propôs homenagem ao falso cônsul da Guiné Bissau.

Maturino, que já foi hospede do sistema penitenciário piauiense, acusado de formação de quadrilha e corrupção ativa, foi homenageado pela Assembleia Legislativa, através do intrépido deputado estadual Marden Menezes.

  • Foto: Reprodução/FacebookAdailton MaturinoAdailton Maturino

O deputado, sem se atentar ao passado nebuloso e folha corrida, propôs a mais alta honraria concedida pelo legislativo: o Título de Cidadão Piauiense.

O vereador já disse que vai pedir a cassação da homenagem.

Marden Meneses ainda está calado a respeito do assunto.

  • Foto: Helio Alef/GP1Marden MenezesMarden Menezes

Outro lado

O deputado Marden Menezes encaminhou nota, através de assessoria, na tarde desta quinta-feira (21). Veja nota na íntegra:

O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) esclarece que apresentou a propositura a pedido de piauienses, que solicitaram a homenagem, afirmando que se tratava de um Cônsul de país africano que estava desenvolvendo diversos projetos em parceria com o Estado do Piauí, citando a condução de recursos e ações conjuntas com o Governo do Estado.

É praxe, na Assembleia Legislativa, segmentos ou grupos sociais pedirem pela concessão de títulos de cidadania a pessoas que prestam serviços em benefício do Piauí.

Contudo, a propositura não prosperou e em nenhum momento houve entrega de título de cidadania, verificado que as circunstâncias que justificariam a homanagem eram “falsas”.

Em todo caso, o parlamentar já comunicou a Casa sobre o assunto e todas as medidas cabíveis serão tomadas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Falso cônsul preso em Salvador responde ação penal no Piauí

Aluísio Sampaio afirma que título de Adailton Maturino pode ser revogado

Acusados de furto de processos no Tribunal de Justiça do Estado já estão em liberdade

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811