Firmino Filho já revela a amigos que é candidato a governador

- atualizado

Aliado incondicional do senador Ciro Nogueira, que pelo menos por enquanto controla a maioria dos prefeitos do Estado, Firmino Filho começa a montar um esquema para disputar a eleição de governador em 2022: nos últimos cinco dias ele disse a pelo menos três amigos, um deles ex-deputado estadual, que entrará na disputa pelo Palácio de Karnak.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Firmino Filho, prefeito de TeresinaFirmino Filho, prefeito de Teresina

Os últimos passos do prefeito de Teresina parecem deixar claro que ele será mesmo candidato a governador: tem procurado juntar um grupo forte, levando de volta para o PSDB o ex-prefeito Sílvio Mendes e se aproximando de lideranças como Wilson Martins, Rodrigo Martins e Robert Rios.

EXCLUSIVAS

Ganhar e levar

Os planos de Firmino Filho para disputar o Governo passam pela eleição de Teresina. Ele precisa de um sucessor que siga incondicionalmente a sua orientação. Precisa ganhar e realmente levar.

Como é ganhar e levar?

Ganhar e levar é eleger prefeito de Teresina um Charles Silveira, um Kleber Montezuma, um Washington Bonfim ou um Evandro Hidd, figuras que rezam na sua cartilha e que dificilmente engrossariam o cangote uma vez chegando ao poder.

E ganhar e não levar?

Ganhar e não levar seria eleger um Sílvio Mendes, por exemplo, que é do seu esquema político, mas que com certeza engrossaria o cangote uma vez ganhando a eleição.

Vai voltar mesmo

  • Foto: Cinara Taumaturgo/ GP1Sílvio MendesSílvio Mendes

Sílvio Mendes vai mesmo voltar para o PSDB na esperança de ser o candidato de Firmino à Prefeitura, mas dificilmente isto acontecerá.

O mesmo estilo

  • Foto: Lucas Dias/GP1Governador do Piauí, Wellington DiasWellington Dias

Aliados de Wellington Dias se queixam da demora na composição do novo Governo que já tem quatro meses.

Wellington repete o estilo de ano de eleição, quando deixa para o final as composições partidárias.

O sonho dos Progressistas

Mesmo depois que o líder do Governo na Assembléia, Francisco Limma, disse que a Educação e a Saúde são da cota do governador, o Partido Progressista de Ciro Nogueira permanece trabalhando firme para abocanhar a Secretaria de Saúde.

Madrinha de Florentino

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Rejane DiasRejane Dias

Para abocanhar a Saúde, o Progressista não precisa apenas da aquiescência de Wellington Dias.

Precisaria também do aval da deputada federal Rejane Dias, que teria se transformado numa espécie de madrinha de Florentino Neto.

O poder vem de cima

Ciro Nogueira, segundo fonte altamente qualificada, trabalha dia e noite para se transformar num homem próximo a Bolsonaro, apagando as queimaduras do passado. Com isso teria mais cacife para fazer exigências no Piauí.

Ramo da comunicação

São fortíssimos os boatos de que dois políticos que se reaproximaram nos últimos quatro anos estão entrando com os quatro pés, ou de chapa, como queiram, no ramo da comunicação pensando em 2022.

Vão acelerar as sirenes das camionetas pretas e douradas.

Pergunta no Mafuá

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ex-senador João Vicente Claudino Ex-senador João Vicente Claudino

Quem será o próximo a convidar o empresário João Vicente Claudino para um café da manhã, um almoço ou um jantar?

Comércio acabado

Comerciantes que resistem com seus estabelecimentos na Avenida Miguel Rosa recordam com saudade os tempos em que seus clientes tinham espaço para estacionar.

Hoje passam e não param com medo de serem arrastados pelos ônibus.

Quem foi o gênio

Procura-se o gênio que mandou instalar exatos 18 semáforos na Avenida Kennedy a partir da rótula do São Cristóvão até o muro da Universidade Federal do Piauí.

Um dia haverá punição

Mais cedo ou mais tarde, aqueles que dilapidam o patrimônio público serão punidos, segundo engenheiro de trânsito piauiense que mora em Fortaleza.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114