GP1

Coronavírus no Piauí

Piauí vai receber 16.990 testes rápidos do Ministério da Saúde

O objetivo é testar a população com teste de alta capacidade e reduzir a disseminação da doença.
Por Estadão Conteúdo

O Piauí vai receber 16.990 testes rápidos de antígeno, dentro da estratégia do Plano Nacional de Expansão da Testagem para covid-19, do Ministério da Saúde. O objetivo é testar a população com teste de alta capacidade, ampliar o diagnóstico e reduzir a disseminação da doença no Brasil.

“Os testes rápidos de antígenos liberam os resultados em 15 minutos. Se o teste der positivo para a Covid-19, a pessoa é orientada a fazer o isolamento e encaminhada para uma unidade de saúde mais próxima”, informou o Superintendente de Atenção à Saúde da Sesapi, Herlon Guimarães.

Segundo ele, a recomendação do plano é que os testes sejam aplicados para diagnosticar pessoas com e sem sintomas da covid-19 em locais de grande circulação, permitindo averiguar, avaliar e fazer a vigilância epidemiológica da população.

De acordo com o secretário de saúde, Florentino Neto, a identificação dos casos de covid-19 mais rapidamente permite promover o isolamento, rastreamento e testagem dos contatos, que também devem fazer quarentena. Os testes de antígeno também devem ser usados na investigação de surtos locais da covid-19, como escolas e lares de idosos, por exemplo.

Foto: Divulgação/AscomFlorentino Neto
Florentino Neto

A testagem é fundamental para o controle da pandemia mesmo diante da melhora no cenário epidemiológico. “Os exames permitem o rastreamento de casos pouco sintomáticos. Com os registros de casos de variantes pelo país, como a Delta, é ainda mais essencial fazer testar a população”, afirmou o secretário.

Florentino destaca que o Piauí aplicou uma grande quantidade de testes do começo da pandemia até agora. “ Esse montante que vem chegando do Ministério da Saúde se soma ao que o estado adquiriu e comprou ao longo desse período”, destacou. Segudo o gestor, quanto maior o número de pessoas testadas, maior vai ser a percepção da transmissão do vírus no estado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.