GP1

Coronavírus no Piauí

Programa Busca Ativa abordou mais de sete mil pessoas no litoral do Piauí

As equipes realizaram barreiras sanitárias no último fim de semana com o objetivo de conter a covid-19.
Por Estadão Conteúdo

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), está intensificando as ações do Programa Busca Ativa para conter o avanço da covid-19 no Piauí. Com equipes em 220 municípios, no último fim de semana, de 15 a 18 de abril, o foco do trabalho foi no Território Planície Litorânea.

As equipes realizaram barreiras sanitárias nos municípios de Luís Correia, Ilha Grande, Cajueiro da Praia, Barra Grande e Parnaíba, onde mais de sete mil pessoas e mais de três mil veículos foram abordados.

Foto: Divulgação/AscomAções do programa Busca Ativa
Ações do programa Busca Ativa

“As barreiras sanitárias estão trabalhando com o Programa Busca Ativa, no intuito de prevenção, promoção da saúde, orientação, monitoramento, verificação de temperatura, distribuição de máscaras, ofertando e ensinando a fazer o uso do álcool em gel e a higienização das mãos, além de fazer a testagem nas pessoas”, afirmou a gerente de Atenção Básica da Sesapi e coordenadora do Programa Busca Ativa, Dília Falcão.

Na ação, 336 testes rápidos para Covid-19 foram realizados, no qual 250 tiveram resultado negativo e 86 foram positivos.

Segundo a coordenadora, as pessoas que testam positivo são acompanhadas. “A maioria mora nos municípios, outras eram turistas, que foram orientados a retornar para suas residências. O trabalho é para fortalecer a identificação precoce dos casos e orientar a população para evitar o aumento da contaminação”, disse Dília Falcão.

Busca Ativa em 50 municípios com maior transmissibilidade da Covid-19

Como forma de frear o avanço da pandemia da Covid-19 no Piauí, as ações do programa Busca Ativa estão sendo intensificadas em 50 municípios piauienses que apresentam maior taxa de transmissibilidade da doença. O mapeamento dessas cidades foi realizado por meio de um estudo da Universidade Federal do Piauí (UFPI), em todos os territórios do estado, no qual foi diagnosticado os índices de transmissibilidade.

As cidades que irão receber um trabalho mais intenso do programa Busca Ativa são:

-Território Chapada das Mangabeiras (Eliseu Martins);

-Território dos Cocais (Piripiri, Lagoa do São Francisco, Piracuruca, Esperantina, Pedro II e Domingos Mourão);

-Território Entre Rios (Altos, São Miguel da Baixa Grande, Boqueirão do Piauí, José de Freitas, São Pedro do Piauí, São Félix do Piauí, Teresina, Miguel Alves, Lagoinha do Piauí, Nossa Senhora de Nazaré, Santo Antônio dos Milagres, São Gonçalo do Piauí, Beneditinos, Aroazes, Monsenhor Gil, Lagoa do Piauí, Agricolândia e Demerval Lobão);

-Território Planície Litorânea (Ilha Grande, Luís Correia e Parnaíba); Território Serra da Capivara (Lagoa do Barro do Piauí e Jurema);

-Território Vale do Canindé (Conceição do Canindé, Simplício Mendes, Oeiras e Santo Inácio do Piauí);

-Território Vale do Rio Guaribas e Vale do Rio Itaim (Marcolândia, Vera Mendes, Alegrete do Piauí, Simões e Belém do Piauí);

-Território dos rios Piauí e Itaueiras e Tabuleiros do Alto Parnaíba (Landri Sales, Manoel Emídio, Bertolínia, Guadalupe, Pavussu, Uruçuí, Antônio Almeida, Rio Grande do Piauí e Canavieira).

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.