GP1

Economia e Negócios

Mercado: Ibovespa fecha em queda penalizado pelas commodities

As ações da Petrobras foram destaque negativo no dia. Os papeis da Vale também operaram em queda.
Por Estadão Conteúdo

No exterior, após a divulgação de um conjunto de dados da economia americana e europeia, especialmente as leituras finais dos índices de gerentes de compras (PMI) industriais que apresentaram queda, os principais índices acionários na Europa encerraram a segunda-feira sem direção única enquanto as bolsas americanas encerraram em queda.

Os sinais de contração da economia chinesa pesaram sobre as commodities e levaram o petróleo a cair mais de 4%. Ao longo da semana, a agenda econômica vai ganhar relevância com a decisão de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE) na quinta-feira e com o relatório oficial do mercado de trabalho norte-americano (Payroll) na sexta-feira.

No Brasil, o Ibovespa devolveu uma parte dos ganhos acumulados em julho, penalizado pelas commodities. As ações da Petrobras foram destaque negativo desde o início do dia. Os papeis da Vale também operaram em queda em função do recuo do preço do minério de ferro próximo de 1% na madrugada na China, penalizando todo o setor de siderurgia. Assim, ao final do pregão, o Ibovespa era negociado aos 102.225 pontos, com queda de 0,91% e giro financeiro de R$ 23,4 bilhões. Analisando os setores, os investidores migraram de petrolíferas e siderúrgicas, em meio à queda das commodities, para a parte cíclica da bolsa.

O dólar vs real, por sua vez, fechou próximo da estabilidade, cotado aos R$ 5,18/US$. Na agenda desta terça-feira, destaque para a divulgação da produção industrial de junho e para o relatório Jolts de emprego nos EUA.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.