GP1

Goiânia - Goiás

Apresentadora da Record mostra vídeo de ex fugindo após agredi-la

A medida foi tomada pela jornalista hoje (05), após o ex-namorado adiar audiência por motivo torpe.

A apresentadora Sylvie Alves, do Cidade Alerta de Goiás, que foi agredida com socos por Ricardo Hilgenstieler, em junho de 2021, exibiu pela primeira vez nessa quinta-feira (05) o vídeo do circuito interno de câmeras de segurança de seu condomínio, que mostra o momento da fuga do acusado, após agredi-la com socos.

No vídeo é possível observar Hilgenstieler, que é ex-namorado dela, jogando malas por cima do muro e depois escalando o portão do condomínio para sair do local. Na legenda da publicação das imagens a jornalista contou que nunca havia mostrado as imagens para ninguém e clamou por justiça. "É assim que um COVARDE foge quando agride uma mulher… Nunca tinha mostrado esse vídeo pra ninguém… Esse é o momento em que o agressor foge do meu prédio, logo após me desferir um soco e me deixar sequelas… Enfim, eu espero que a justiça seja feita!", escreveu Silvye.

A atitude foi tomada pela apresentadora da Record TV de Goiás após o ex-cônjuge adiar a audiência do caso, por motivo torpe, o qual ela expôs: "Só Deus sabe a angústia que vivo todos os dias! A audiência contra esse SER esta marcada para o dia 20 de maio, mas ele está tentando enganar a justiça dizendo que não pode comparecer, pois PRECISA participar de uma feira de móveis", contou Silvye Alves.

Em seguida, ela continuou: "É repugnante ver homens tentando se safar dos crimes que cometem… Que DEUS proteja as mulheres! Eu confio na justiça e espero que tenham, de fato, um olhar severo e não permita o adiamento", desabafou.

Nos comentários da publicação, ela recebeu uma onda de apoio e solidariedade dos seguidores, colegas de profissão e demais internautas. "Vai dar tudo certo minha amiga. Parabéns pela sua coragem. Não desista, estamos com você", comentou o parceiro de emissora, Erlan Bastos, apresentador do Balanço Geral do Ceará. "Infelizmente o ordenamento jurídico do Brasil é um incentivo para a prática do crime, proteje o criminoso, não às vítimas deste", escreveu o Coronel Wellington Urzêda, da Polícia Militar de Goiás.

Relembre o caso

As agressões foram cometidas no dia 20 de junho de 2021, quando eles já estavam separados há cerca de dois meses, segundo os relatos dela, mas Ricardo não aceitava o término e nem que ela estava começando a se envolver amorosamente com outra pessoa, foi então que ele foi até a casa da apresentadora e a agrediu com socos na frente de seu filho de 11 anos, que ouviu os gritos por socorro da mãe e acionou a polícia, o que fez com que o agressor fugisse do local pulando o portão do apartamento da apresentadora.

Silvye Alves chegou a exibir nas redes sociais a gravidade dos ferimentos causados pelos socos, que precisaram de intervenção cirúrgica, devido ao rompimento de um nervo sensitivo nos lábios dela. Além disso, a jornalista desenvolveu o quadro de síndrome do pânico.

Foto: Reprodução/InstagramFerimentos em Silvye Alves
Ferimentos em Silvye Alves

Prisão do acusado

Ricardo Hilgenstieler chegou a ser preso por violência domética, entretanto, foi solto poucos dias depois mediante o pagamento de R$ 11 mil de fiança.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.