GP1

Timon - Maranhão

Cabeleireiro e adolescente de 13 anos são encontrados mortos em Timon

Os corpos estavam com uma marca de tiro na nuca e foram encontrados em uma casa na zona rural de Timon.

Um cabeleireiro identificado como Adriano Pereira da Silva, de 34 anos, e um adolescente de apenas 13 anos, identificado como Paulo Roberto, foram encontrados mortos nesta terça-feira (02), ambos com marca de disparo de arma de fogo na nuca, dentro de uma residência em um sítio na zona rural de Timon, no Maranhão. Ainda não se sabe se houve um duplo homicídio ou homicídio seguido de suicídio dentro da casa onde os corpos foram encontrados.

Em entrevista à imprensa, o irmão do cabeleireiro, André, contou que ambos os corpos estavam com uma marca de tiro na nuca e relatou que o irmão tinha posse de arma de fogo. Ele foi encontrado com uma pistola entre as pernas.

Foto: Reprodução/FacebookAdrians Silva
Adriano Silva

"Ele [Adriano] morava em Timon, mas tinha um sítio afastado da cidade, a perícia informou que foi constatado um tiro na nuca de cada um, então não dá pra falar se foi homicídio, porque não levaram nada e não mexeram em nada. O meu irmão tinha uma arma e a pistola estava na cintura dele. Eu não conhecia o adolescente, não conhecia esse rapaz. Eles foram encontrados hoje, por enquanto o que o rapaz do IML falou para mim foi que isso aconteceu de domingo para segunda. O corpo do adolescente foi encontrado na sala e o do meu irmão na saída da porta para o terraço, os dois com tiros na nuca. A gente acha que alguém quando quer se matar não consegue atirar na nuca e guardar a arma depois. Mas ele nunca nos relatou ser ameaçado, era uma pessoa boa, muito conhecido na cidade e muito querido", relatou o irmão de Adriano.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1André irmão de Adriano
André irmão de Adriano

A mãe do adolescente afirmou que ainda não sabe o que aconteceu com o filho. “Eu estava na casa da minha mãe fazendo a consulta com o médico quando eu soube. Ele costumava sair de casa e às vezes demorava. Ainda não conversei com a polícia, estou sem saber do caso. Ele não estava desaparecido. Ontem eu dormi na casa da minha mãe e eu iria para casa hoje no interior, nessa localidade onde ele foi encontrado”, revelou a mãe.

Os dois corpos foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Timon e o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Timon.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.